Domingo, 23 de fevereiro de 2020   -     01:20 |
5000onon

Região litorânea é a mais procurada por piauienses para o Réveillon

Mar de águas calmas e cristalinas, tranquilidade, charme, boa gastronomia e muita beleza. Essas são as qualidades do litoral piauiense. O Piauí recebe na região, neste fim de ano, um fluxo maior de turistas comparado com as outras temporadas, sendo Barra Grande, Coqueiro e Atalaia as praias mais procuradas.

O secretário de Estado do Turismo, Flávio Nogueira Júnior explica que a Setur fez um trabalho antecipado para garantir que os visitantes que se deslocaram para o litoral tenham segurança e opções variadas. “Nosso papel é de notificar e acompanhar os demais órgãos que, todos os anos, trabalham em conjunto e com resultados satisfatórios. Enviamos ofícios e nos antecipamos para qualquer eventualidade que surgir. Coqueiro e Atalaia sempre estão entre os destinos certos, por toda sua beleza e calmaria. Barra Grande, que é palco de grandes festas, vem crescendo a cada dia e surpreendendo”, frisa o gestor.  

Foto: Vilarejo de Barra Grande

Foto: Praia de Atalaia

O subcomandante da Polícia Militar, coronel Sousa Filho, destaca sobre o reforço do policiamento. “A missão é cumprir o papel constitucional por meio do policiamento ostensivo e preventivo. A Polícia Militar focará na prevenção e, por isso, estamos nos deslocando com um reforço de 100 policiais militares, mais 30 policiais do 2º BPM e CPITur”, ressalta.


Destino


De acordo com dados do Ministério do Turismo (MTur), 46,2% optam pelo segmento “Sol e Praia” no Nordeste. O ministro, Marcelo Álvaro Antônio, comemora os resultados gerais na região. “Esses dados vêm coroar o ano de 2019, que apresentou vários resultados positivos. É cada vez mais notória a participação dos turistas da região Nordeste no crescimento do turismo no país e dos empresários que pretendem investir ainda mais neste setor. Isso é um importante impulso para continuarmos trabalhando ainda mais para desenvolver o setor turístico nacional, gerando emprego e renda”, finaliza.  


* Com informações da CCOM/PI


Dê sua opinião: