Sábado, 16 de outubro de 2021   -     18:19 |

Reforço: Governador do Piauí compra 500 mil doses de vacina contra a covid-19

O governador do Piauí, Wellington Dias participou ontem (22) de solenidade para oficialização da compra direta de doses da Coronavac entre cinco estados brasileiros e o Instituto Butantan. Na ocasião foi anunciado que o Piauí deve receber 500 mil doses da vacina, com entrega imediata de 200 mil.

O governador Wellington Dias está em SP com o secretário Florentino Neto, onde assinou o termo de cooperação com o governador João Dória. Também serão entregues 2,5 milhões de doses para os estados do Pará, Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso e Piauí. A compra não envolveu o Ministério da Saúde.

“Foi um passo que sonhamos e trabalhamos há muito tempo que é garantir um aumento dessa remessa, que é abaixo da proporção, para ampliarmos a vacinação. Independente de partidos e das disputas políticas, buscamos nos integrar num único objetivo que é de salvar vidas, o pacto pela vida. Escolhemos corajosamente seguir a ciência”, disse o governador Wellington Dias.

Ainda segundo o chefe do executivo, outros estados também darão esse passo. “O Plano Nacional de Imunização tem uma defasagem com vários estados, nós ainda temos muita gente que precisa tomar a primeira dose, outros que precisam tomar a segunda ou reforço. Fizemos várias tentativas de suprir essa falha e encontramos várias barreiras, por isso hoje é um dia histórico”, explicou.

O contrato de 100 milhões de doses do Butantan ao Governo Federal foi finalizado no dia 15 de setembro. A partir de agora os estados podem efetuar a compra de vacinas diretamente com o Instituto Butantan.

“A razão que traz governadores de diferentes regiões do Brasil a São Paulo, é a mais nobre: é celebrar a compra da vacina Coronavac produzida pelo Instituto Butantan para salvar vidas e proteger a saúde das suas populações”, destacou o governador de São Paulo, João Dória.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) quer destinar parte da Coronavac para incrementar a vacinação dos adultos e idosos e usar o imunizante Pfizer para os adolescentes de 12 a 17 anos. Segundo o secretário Florentino Neto, a vinda desse lote de vacinas vai trazer mais tranquilidade para imunizar a população piauiense. “A chegada dessas doses vai permitir uma maior celeridade à nossa campanha de vacinação”, diz o gestor.

Dê sua opinião: