Terça, 26 de maio de 2020   -     19:53 |

Incêndio atinge antiga delegacia que servia como 'cemitério' de veículos em Picos

Um incêndio de grande proporção que começou às 23h30 da noite dessa terça-feira (21) atingiu o pátio do prédio onde funcionava a sede da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Picos, distante 307 km de Teresina. O fogo destruiu dezenas de veículos que estavam abandonados. O local se tornou um "cemitério" de veículos apreendidos pela polícia. A Secretaria de Segurança informou que a responsabilidade pelos veículos é da Justiça. O TJ-PI foi procurado e o G1 aguarda posicionamento. 

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Picos, quando a equipe chegou ao local, o fogo já tinha atingido alguns veículos e motocicletas que estavam no pátio. As chamas só foram controladas por volta das 2h da madrugada.  

“A gente foi acionado às 23h30 e só concluiu o trabalho por volta das 2h da madrugada. Quando a gente chegou ao local o incêndio estava de certa forma de grandes proporções, o fogo já tinha atingido vários carros e dezenas de motocicletas”, informou o tenente Sousa Junior.

A Polícia Civil de Picos não sabe o que provocou o incêndio e vai abrir um inquérito para investigar as causas.

O Corpo de Bombeiros conseguiu controlar o incêndio por volta das 2h madrugada — Foto: Antônio Rocha/TV Clube                                                                O Corpo de Bombeiros conseguiu controlar o incêndio por volta das 2h madrugada — Foto: Antônio Rocha/TV Clube

Os automóveis estavam no local desde 2015. O prédio não tinha nenhuma proteção policial e era alvo de constantes furtos de peças de veículos apreendidos que eram armazenados de forma irregular nas dependências do prédio.

Procurado pelo G1, o secretário de segurança Fábio Abreu, informou que os veículos apreendidos em operações policiais são de responsabilidade da justiça. O secretário informou, ainda, que o prédio onde funcionava a sede da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Picos era locado e que está sendo devolvido para o proprietário.

Alvo de ação do MP

Em 2018, o Ministério Público já havia ingressado com uma ação para remoção dos veículos. Na ocasião, a promotora Romana Leite Vieira explicou que a responsabilidade sobre os veículos também era da Justiça.

“Durante o inquérito policial a responsabilidade é da Polícia Civil. A partir do momento que há a apresentação da denúncia, aquele veículo é formalmente entregue ao poder judiciário e a responsabilidade é deles”, disse.

Prédio de antiga delegacia se torna ‘cemitério’ de veículos, em Picos, Sul do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube                 Prédio de antiga delegacia se torna ‘cemitério’ de veículos, em Picos, Sul do Piauí — Foto: Reprodução/TV Clube

Procurado pelo G1, o secretário de segurança, Fábio Abreu, informou os veículos apreendidos em operações policiais são de responsabilidade da Justiça. O secretário informou, ainda, que o prédio onde funcionava a sede da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil em Picos era alugado e está sendo devolvido para o proprietário.

O TJ-PI foi procurado e o G1 aguarda posicionamento.

* Com informações do G1 PI

 

Dê sua opinião: