5000onon

Famílias deixam residências na capital após rios Poti e Parnaíba atingirem cota de inundação

 Famílias deixam residências na Vila Mandacaru, Zona Sudeste de Teresina. — Foto: Catarina Costa/G1

Várias famílias deixaram suas casas em Teresina depois que o rio Poti atingiu a cota de inundação na noite dessa sexta-feira (6). A Prefeitura de Teresina informou que ainda não possui o número total de pessoas que deixaram suas residências, mas as remoções aconteceram em todas as zonas da cidade.

"Ontem à noite saíram 4 equipes da Semcaspi [Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Polítias Integradas] para todas as zonas da cidade e houve famílias sendo retiradas em vários bairros. Nosso termômetro é o rio", informou Kânia Britto, Gerente de Proteção Social Básica da Secretaria. 

Assim como a Semcaspi, a Defesa Civil do Estado ainda atualiza os dados de famílias que deixaram suas casas e o número deve ser divulgado até o meio-dia desse sábado (6).

Devido às consequências das chuvas, há 10 cidades com decreto de emergência, sendo oito com decreto estadual: Lagoa Alegre, José de Freitas, Campo Largo do Piauí, São João do Arraial, Capitão de Campos, Ilha Grande, Parnaíba e Luís Correia. E duas com decreto municipal: Teresina e Barras.

Cota de inundação

Tanto o rio Poti quanto o rio Parnaíba atingiram suas cotas de inundação, segundo a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

 Rio Poti atingiu cota de inundação em Teresina. — Foto: Catarina Costa/G1

Roberto Fernandes, engenheiro hidrólogo da Companhia, informou ao G1 que os pontos mais críticos foram registrados na capital e na cidade de Luzilândia. Em Teresina, às 8h30 o rio Poti atingiu seu maior nível, chegando a 10,88 metros. A cota de inundação é de 10 metros, que foi atingida na noite de sexta.

Já em Luzilândia, às 9h30 deste sábado o rio Parnaíba atingiu 5,71 metros, sendo a cota de inundação 5,70. Lá, a situação é considerada mais crítica pela CPRM.

"A previsão é de que lá haja mais chuvas, então o rio deve continuar a subir. Mesmo sem precipitações, a água que sai de Teresina deve chegar a Luzilândia e aumentar o nível do rio também", explicou. 

Já na capital, a previsão é de que o rio Poti aumente um pouco o nível até 13h, quando deve começar a reduzir. Ainda assim, há previsão de chuva para os próximos dias.

Ação preventiva

Em Luzilândia, segundo a assessoria de comunicação, apenas o bairro Coroa já está em situação de alerta, porque a água já chega às ruas do bairro. Nenhuma residência havia sido afetada, mas a prefeitura já trabalha de forma preventiva desde o início da semana orientando a população. Bombeiros percorrem os bairros que podem ser afetados pela água.

Parque Rodoviário

Após o transbordamento de uma lagoa no bairro Parque Rodoviário, Zona Sul de Teresina, 109 famílias precisaram receber atendimento por parte da Semcaspi. Além do recebimento de alimentos, as famílias estão sendo removidas para casas alugadas e de familiares.

Na tragédia, duas pessoas morreram, sendo uma criança de três anos e uma idosa de 71 anos. Houve 30 feridos, mas apenas um permanece internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e deve passar por cirurgia devido a uma fratura no quadril.

Ao todo, 83 casas foram afetadas de alguma forma pela água que atingiu o bairro. Dessas, 10 ficaram totalmente destruídas. Mais de 432 pessoas recebem atendimento. 

Morte no litoral

Um homem de 50 anos morreu após o telhado da área externa da casa desabar, por volta das 15h desta sexta-feira (5), em Luís Correia, Litoral do Piauí. Segundo o Corpo de Bombeiros, a estrutura cedeu devido a forte chuva e a vítima ficou presa nos escombros.

* Com informações do G1 PI

Dê sua opinião: