Domingo, 18 de agosto de 2019   -     05:58 |
5000onon

CAU/PI fiscaliza restauração de obras de arte na Cepisa

Fiscalização 
  Foto: Ascom 

Uma equipe de fiscalização do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Piauí se reuniu com a direção da Equatorial Energia, empresa que controla a Cepisa, na tarde desta segunda-feira (14). O objetivo do encontro foi tratar sobre a denúncia de que o grupo empresarial estava destruindo obras tombadas do artista plástico Afrânio Castelo Branco, localizadas no hall de entrada do prédio da empresa. As quatro telas compõem patrimônio histórico-cultural e foram construídas em 1974.

Durante a inspeção, o CAU/PI ouviu do presidente da Cepisa, Nonato Castro, que na verdade, as obras encontram-se em estado de deterioração e por este motivo, a empresa trabalha para restaura-las. O presidente da Companhia informou que a empresa já possui quatro orçamentos e vai contratar pelo viés técnico, especialistas em restauração das obras. O presidente da empresa afirmou que "como etapa inicial do projeto de restauração, o painel Sinfonia da luz começou a ser removido do local. Já as obras Zebelê e Cabeça da Cuia, foram cobertas, há cerca de um ano, como forma de proteção da já evoluída deterioração causada por mais de 40 anos de exposição".

Durante o diálogo, ficou acertado que o CAU/PI vai acompanhar o processo de restauração, orientando a procura de profissionais especializados para garantir a devida preservação do patrimônio. A gerente técnica de Fiscalização do Conselho, Vivian Medeiros, recomendou a necessidade de garantir que todo o trabalho precisa ser desenvolvido por profissionais habilitados para execução do serviço.

Também participaram da reunião, técnicos da Cepisa e a agente de fiscalização Núbia Ramos.  

Fonte: Ascom CAU/PI 

Dê sua opinião: