Sexta, 19 de agosto de 2022   -     11:37 |
5000onon

Coluna Coluna Feitosa Costa

DHPP prende irmão de advogada assassinada em Pedro II

Foto/ Condução do suspeito

De acordo com o DHPP - Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa o jornalista e bacharel em direito, João Paulo Santos Mourão, de 35 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira (15), em Pedro II, norte do Estado, acusado de ter assassinado a própria irmã, a advogada Izadora dos Santos Mourão, 41 anos, que foi morta dentro de casa com várias facadas no pescoço no último sábado.

João Paulo foi preso após a perícia apontar a participação dele na cena do crime. Uma faca com vestígio de sangue também foi encontrada dentro da casa. O crime pode ter sido motivado em virtude de uma herança, mas o DHPP ainda está realizando os principais levantamentos para uma possível confirmação desta versão.

Após a prisão, o acusado foi levado para a Central de Flagrantes, em Teresina, onde serão feitos os procedimentos legais. Ele não confessou o homicídio.

Segundo a polícia, o irmão da vítima havia contado a versão de que uma terceira pessoa teria praticado o assassinato, mas a perícia não encontrou vestígios dessa mulher na cena de crime.

João Paulo teria estado no velório e também acompanhou o sepultamento da vítima.

Ao jornalista Felipe Reis o Coordenador do DHPP - delegado Francisco Costa - "O Baretta", disse que a faca usada no crime foi encontrada. João Paulo teria levado o objeto para a casa de uma tia que recusou guardá-la. 

Uma faxineira foi contratada para limpar o local do crime possivelmente para atrapalhar o trabalho dos investigadores.

A vítima foi morta no quarto do acusado. João Paulo e Isadora tinham várias desavenças, afirmou o delegado ao repórter.

A Polícia Civil tem dez dias para fechar à investigação.

O depoimento do acusado será concluído em Teresina.

Parte das informações são dá página opalanews.com 

Dê sua opinião: