Quinta, 09 de dezembro de 2021   -     04:46 |

Coluna Coluna Feitosa Costa

Mega ON recebeu da Secretaria de Educação de Timon mais de 15 milhões entre 2020 e 2021

Em 2020, a Mega On recebeu de recursos do Fundeb 12 milhões 365 mil reais para o pagamento das folhas da Secretaria de Educação

Dados levantados pelo blogdoribinha constatam um volume milionário de recursos repassados pela Secretaria de Educação em 2020 e 2021 na ordem de R$ 15 milhões e 408 mil reais a empresa Mega ON, Em 2020, quando a pasta era dirigida pela Professora Dinair Veloso, foram repassados R$12 milhões e 365 mil reais; em 2021, de janeiro a março, já como prefeita de Timon, Dinair Veloso autorizou o pagamento de R$ 3 milhões e 43 mil reais à  empresa sediada em Teresina e que é responsável gestão de parte da folha de pagamento da Secretaria de Educação com contratos terceirizados de merendeiras, zeladoras, vigias e alguns administrativos. A Mega On tem contrato, além da Semed, com a Semdes, Saúde e Administração e em todas essas secretarias os servidores estão sofrendo com atraso nos pagamentos.

Nos primeiros meses da gestão de Dinair como prefeita, a Mega On recebeu 3 milhões e 43 mil reais de recursos para pagamento de folhas

De acordo com levantamento do blog, em 2020, último ano em que Dinair administrou a Semed para se licenciar em junho e concorrer ao cargo de prefeita de Tiimon, foram repassados de recursos oriundos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) R$ 12 milhões e 365 mil reais para a Mega on, dinheiro segundo notas de empenho referente ao pagamento de folhas da Semed.

Em 2021, logo nos primeiros meses de sua gestão como prefeita da cidade, entre o período de primeiro de janeiro a 11 de março, Dinair Veloso autorizou pagamento na ordem de R$ 3 milhões e 43 mil reais. Conforme notas de empenhos; R$ 1 milhão 241 mil reais foram repassados à Mega On para o pagamento de despesas do exercício anterior, ou seja, restos à pagar ainda da gestão do ex-prefeito Luciano Leitoa; ainda de acordo com as notas de empenho; R$ 903 mil reais foram destinados à Mega on, no dia 19 de fevereiro para o pagamento da folha dos terceirizados referente ao mês de janeiro de 2021 e no dia 11 deste mês, a empresa abocanhou 898 mil reais destinados pela Secretaria de Educação para o pagamento da folha referente ao mês de fevereiro de 2021.

A soma total de recursos destinados à empresa para o pagamento de terceirizados entre o período de 2020 e 2021 somam exatos R$ 15 milhões e 408 mil reais, uma cifra milionária, que até então não se justifica a empresa está com dificuldades para pagar terceirizados ou não depositar os direitos dos contratados.

Através de mensagens pelas redes sociais, são inúmeras as reclamações dos servidores contratados pela Mega on de não terem recebidos direitos como rendimentos do PIS, 13º salários e pagamentos mensais. A empresa, segundo informações dos contratados, não responde aos questionamentos sobre a falta dos pagamentos. Documentos como contracheques e outros não são emitidos pela Mega On e os terceirizados não conseguem qualquer tipo de informação por telefone ou na sede da empresa. Os servidores, a maioria deles, não tem como reclamar aos órgãos fiscalizadores do dinheiro público, pois por se tratar de recursos federais, qualquer reclamação tem que ser direcionada à Procuradoria da República no  Maranhão com sede na cidade de Caxias.

* Com informações blogdoribinha

Dê sua opinião: