Domingo, 07 de março de 2021   -     02:25 |

Senadores e deputados aliados ao governo pressionam pela volta do auxílio emergencial

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já não descarta uma possível volta do auxílio emergencial. O pagamento dos benefícios pode ser retomado caso haja o agravamento de problemas decorrentes da pandemia, conforme informado por membros da pasta.

Entretanto, no campo político há uma pressão muito grande para o reestabelecimento do auxílio. Articuladores apontam que há uma queda de popularidade do presidente Jair Bolsonaro depois do corte.

Na avaliação de apoiadores do presidente, no Congresso, é necessário uma medida rápida para transferência de renda aos brasileiros. Claro, deputados e senadores aliados ao governo querem evitar desgastes nas eleições de 2022.

Dê sua opinião: