5000onon

Filme ‘Vidas Partidas’ apresentado na FIEPI

   
 

Com a participação de um público eclético e bastante feminino, a Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), promoveu a apresentação do filme ‘Vidas Partidas’. A projeção foi no auditório da instituição em Teresina, na noite do dia 21 de maio. A plateia teve direito a debate com a atriz e protagonista principal do filme, Naura Schneider, além de vários depoimentos e relatas sobre fatos vivenciados.

“A discussão com ajuda 7ª arte é bastante relevante para reflexão sobre a violência doméstica. O filme retrata o poderio do machismo e da dependência feminina que supostamente o homem detém sobre a mulher, e que muitas vezes impera numa relação abusiva”, declarou a advogada Noélia Sampaio.

Já a jornalista Isolda Monteiro disse que a iniciativa do Conselho Nacional do SESI é louvável e salutar por conta da pertinência do tema. “A violência doméstica diz respeito a todos e o apoio é fundamental”.

Para a delegada Vilma Alves, “infelizmente essa é uma realidade que revolta. O filme expressa o medo. No entanto, estamos enfrentando a violência contra as mulheres com muita coragem. Desde 1997, começamos esse trabalho e agora com a Lei Maria da Penha ficou mais fortalecido. Houve ampliação de delegacias da mulher e de lá para cá muitos homens já foram punidos, mas o problema continua”, disse Wilma Alves.

Naura Schneider, falou do sentimento de levar a apresentação para o Brasil inteiro por conta da realidade do tema em todos os recantos do país. “O apoio do Conselho Nacional do SESI é muito importante porque leva esse debate para todas as camadas socais e, principalmente, aquelas que não têm acesso às telas de cinemas”, explicou a atriz.

Prosseguindo, ela disse que “aqui, além das pessoas terem a oportunidade de assistir ao filme, podem debater, conhecer e relatar sobre fatos desta triste realidade. Com isso pensamos nesse projeto e estamos desenvolvendo em várias capitais contando com o apoio do SESI Nacional”, concluiu.




Jânio Holanda - ASCOM/FIEPI


Dê sua opinião: