5000onon

Themístocles tem reunião decisiva com Wellington

Themístocles Filho com Wellington Dias no Palácio de Karnak   
  Foto: Jorge Bastos/ PK 

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), cumpre uma agenda política das mais movimentadas nesta segunda-feira (7), começando cedo, por volta das 8h, com a audiência com os deputados do PSD Júlio César Lima e Georgiano Neto, no escritório da Residência Oficial, na Ladeira do Uruguai. No final do expediente, por volta das 18h, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), será recebido para uma conversa reservada no gabinete do governador no Palácio de Karnak.

No primeiro compromisso, pai e filho foram cobrar a ocupação da Secretaria de Desenvolvimento Rural, hoje indicada pelo líder do Governo, deputado Francisco Limma (PT). Enquanto pressiona o PT por uma secretaria e outros cargos no governo petista, Júlio César articula a participação, uma “boquinha” no governo do PSL, com direito a afagos e fotos com Jair Bolsonaro.

Posse no TJ

Antes do encontro com Themístocles Filho, o governador foi à posse do desembargador Sebastião Ribeiro Martins, presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, no Palácio da Justiça. Lá, conversou com os jornalistas sobre a reforma administrativa que chega à Assembleia Legislativa em fevereiro, a eleição da Mesa Diretora da Alepi e a disputa dentro da base governista pela cadeira de Themístocles e vários outros temas relevantes ora em pauta.

Mas a reunião de Wellington Dias com Themístocles é o compromisso mais aguardado do dia. As principais lideranças do MDB defendem a neutralidade de de Wellington Dias no processo, justamente o contrário do que exige o Progressistas, do deputado estadual Júlio Arcoverde. O presidente do PP no Piauí quer porque quer que o governador diga quem ele quer como presidente da Assembleia. Júlio já disse que,s eja qual for o resultado da eleição, "sequelas" ficarão na base aliada.

PT calado

Com o argumento da ausência de Fábio Novo, em viagem à Europa, o PT ainda não decidiu quem apoiar nas eleições, marcadas para o dia 1º de fevereiro, logo em seguida à posse dos 30 deputados eleitos e reeleitos em 7 de outubro passado.

No placar da “radio calçada”, os rumores nos bastidores do Legislativo, apontam uma vitória folgada de Themístocles Filho por 19 a 11. Mas, como dizem os entendidos, em política tudo é possível... até o que parece impossível. A segunda-feira promete.



Fonte; Paulo Pincel
Piaui Hoje 

Dê sua opinião: