5000onon

PT terá o dobro de tempo da propaganda do PSDB no Piauí

Horário eleitoral gratuito para propaganda política 
 Foto: Senado

O fim do prazo para a realização das convenções e a homologação das candidaturas definiram - ainda que extra-oficialmente - o tempo que cada partido ou coligação vai dispor para a propaganda política no horário eleitoral gratuito no rádio e na TV. O tempo da propaganda eleitoral ainda pode ser alterado até o dia 15 de agosto, quando todas as candidaturas majoritárias – presidente da República, vice-presidente, governador, vice-governador e senador – e proporcionais - , deputado federal e deputado estadual - deverão estar oficialmente registradas na Justiça Eleitoral. 

A propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão da eleição 2018 começa no dia 31 de agosto e prossegue até 4 de outubro. De acordo com a Lei Eleitoral (Lei nº 9.504/97), a propaganda dos partidos, coligações e candidatos na TV acontece diariamente de segunda a sábado (veja abaixo!). 

Também serão veiculadas anúncios gratuitos isolados ao longo do dia, como inserções na programação normal da emissora. Esse tipo de propaganda ocorre durante os 35 dias que antecedem o dia anterior à véspera da eleição, segundo a Lei 13.165/2015, que alterou a Lei nº 9.504/97. Embora não sejam remuneradas pela propaganda, as emissoras de rádio e TV podem abater o valor dessas inserções no Imposto de Renda. 

 Veja a estimativa do tempo de cada candidato a governador no Piauí:
 (O cálculo foi feito com base na representatividade dos partidos no Congresso e nas alianças já anunciadas):  

 Partido(s)  
 Tempo estimado de propaganda/ percentual
 Candidato a governador
 
  PT/MDB/PP/PSD/PTB/PRTB/PR/PCdoB/PDT  
 4 minutos e 12 segundos / 46,71%
 Wellington Dias (PT) 

 PSDB/DEM/PSB  
 1 minuto e 57 segundos / 21,58%
 Luciano Nunes (PSDB) 

 PD/PV/PMN/PRP/PPS/Avante/ Patriota  
 41 segundos/ 7,6%
 Elmano Ferrer (Podemos) 

 SOLIDARIEDADE/PTC/PRB  
 36 segundos - 6,59 %
 Dr. Pessoa (SD) 

 PSC  
 14 segundos / 2,57%
 Valter Rebelo (PSC) 

 PSL/PROS  
 13 segundos / 2,38%
 Fábio Sérvio (PSL) 

PSOL/PCB  
 10 segundos – 1,9%
 Sueli Rodrigues (P-SOL) 

DC  
 6 segundos / 1%
 Romualdo Sena (DC) 

 PCO  
 6 segundos / 1 %
 Lourdes Melo (PCO) 

PSTU  
 6 segundos / 1%
 Luciane Santos (PSTU)   



Fonte: TSE 


Dê sua opinião: