5000onon

Progressistas e PSD não garantem apoio ao “chapão” do MDB

 
  Foto: Ascom/ Parlamentar

Ao contrário do que esperava o MDB, o Progressistas e nem o PSD garantem apoio à ideia de chapão proporcional proposta pelo MDB. O presidente do Progresistas no Piauí,deputado Júlio Arcoverde,  diz que sem o pT nõ tem chapa pura. No PSD, a coligação com legendas menores não é descartada.

"O progressistas só defende o chapão se for o MDB, PT, PTC, ou seja, tomo mundo. Se o PT não for, não tem chapão. O MDB sabe disso", disse Júlio Arcoverde.  Os partidos da base avaliam que no chapão proporcional o único beneficiado seria o MDB.

 O partido continuaria com a maior bancada na Assembleia Legislativa. Hoje os emedebistas têm seis parlamentares e pretendem manter as cadeiras conquistadas no pleito de 2014. O partido de Ciro Nogueira diz ter condições de montar uma chapa pura. No PSD, o deputado Júlio César Lima diz que se o chapão tiver o apoio da maioria, o partido deve participar. Caso contrário irá buscar alternativa. “O chapão seria um caminho, mas vemos uma grande resistência. Se não vamos buscar outra alternativa. Pode ser aliança com outras legendas”, disse.

  Os petistas acusam o MDB de defender o chapão por não ter condições de  montar uma chapa pura e tentar usar as demais legendas como escada. Em reunião realizada com os aliados, o governador Wellington Dias (PT) teria manifestado simpatia pelo chapão. Outras legendas como o PR, PSD e PDT já estaria buscando alternativas para não participarem do chapão.  



Lídia Brito
[email protected]


Dê sua opinião: