Marden chama atenção para perdas territoriais do Piauí

 
 Deputado Marden Menezes (PSDB) Foto: Reprodução

O deputado Marden Menezes (PSDB) teve hoje (4) aprovado um requerimento para a formação de uma comissão que deve acompanhar o processo de litígio entre o Piauí e o Ceará. Marden defendeu seu requerimento chamando atenção da  Casa para a situação de cidades côo Buriti dos Montes, Pedro II e outras cidades da região. Em 2009 foi feito estudo na Comissão de Estudos Territoriais (CETE) para dirimir as querelas em relação aos litígios territoriais entre os dois estados envolvendo cidades como  Cocal, Cocal dos Alves, Pedro II, Domingos Mourão e outras cidades da região norte do Piauí.

Ao ocupar a tribuna para defender a proposição, Marden Menezes alertou que o Piauí poderá ser prejudicado se a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o litígio territorial for favorável ao Ceará, o que provocará, segundo ele, a redução da área estadual que abrange, dentre outros, os municípios de Buriti dos Montes, Cocal, Cocal dos Alves e Pedro II.

Segundo o deputado, a Comissão avançou no debate com o Ceará, mas o acordo não foi aceito pela Assembleia do Ceará. O Governo do Piauí entrou com ação em 2011 é esse processo está em andamento junto ao STF. “Foi feita uma pesquisa pelo IBGE mas foi contestada pelo Governo do Piauí e atualmente esses conflitos acontecem e é preciso que haja por parte do governador e dos senadores e deputados federais pra procurar entendimento com o Estado do Ceará porque da maneira como está tramitando o processo junto ao STF o Piauí poderá perder uma faixa extensa de terra. É primordial que formamos uma comissão de deputados para defender o Piauí. Principalmente porque a pesquisa feita pelo IBGE ela tem dados que favorecem o Estado do Ceará” avisou Marden. 




Fonte: J. Barros
Edição: Katya D'Angelles
Alepi

Dê sua opinião: