5000onon

Mainha diz que Wellington deve definir a vaga de vice até março para evitar “surpresas”

O risco do Progressistas romper com a coligação comandada pelo governador Wellington Dias (PT) não existe; é o que garante o deputado federal Progressista, Mainha. Em entrevista concedida à TV Cidade Verde, na tarde desta sexta-feira (09), ele foi firme e disse ter de ter convicção que o “Progressistas vai se manter na mesma chapa” do governador, assim como aconteceu em 2010.

Mainha e Wellington Dias (Foto: Divulgação)
   Mainha e Wellington Dias (Foto: Divulgação)  

Com a declaração, Mainha tratou de rebater, a exemplo do que vêm fazendo colegas correligionários, os boatos (que só aumentam) sobre a possibilidade de saída do PP do bloco governista caso o partido perca a vaga de vice para o MDB.

O parlamentar não esconde preocupação com essa possibilidade, mas acrescenta, defendendo a posição do presidente Progressista, Ciro Nogueira, que a definição sobre a vice-governadoria deve ser baseada em pesquisas de opinião.“É preciso se adotar critério: pesquisas qualitativas, quantitativas, ouvir os demais partidos”, ressaltou.

Ainda sobre a “questão vice” o parlamentar aconselhou o governador a tomar uma decisão até o mês de março para que não tenha “surpresas desagradáveis”.

“O governador deve, é uma opinião minha, em março, chamar os partidos e tomar logo essa definição para que não haja depois surpresas desagradáveis no futuro”, finalizou o deputado.

O governador Wellington Dias (PT) e o senador Ciro Nogueira estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira (09), na residência do petista, para mais um diálogo visando dar rumos à chapa governista. Depois do encontro Ciro garantiu que Dias irá fazer uma pesquisa para definir com quem ficam as vagas (em nível majoritário) ainda disponíveis no bloco.  


Fonte: Portal Az 

Dê sua opinião: