João Henrique já se reuniu com lideranças do PMDB de 200 cidades

Decidido a levar até a convenção partidária a defesa da candidatura própria do PMDB a governador nas eleições do ano que vem, o vice-presidente regional da sigla, ex-ministro João Henrique de Almeida Sousa, já discutiu o assunto, só este ano, com dirigentes e lideranças peemedebistas de 201 dos 224 municípios piauienses. Neste sábado (2), ele se reuniu com dirigentes do PMDB de Floriano e municípios da região. 

Na sexta (1º), passou por Picos e Oeiras, onde se reuniu com dirigentes de mais de 30 municípios, somando as duas regiões. No próximo final de semana, fecha o Estado com reuniões em Bom Jesus e Corrente, ambas no sábado dia 9. Em Floriano, participaram da reunião lideranças históricas do PMDB local, como Bruno dos Santos, o ex-prefeito Osmundo Andrade, de Itaueira, e dirigentes de municípios como Pajéu do Piauí, São Francisco do Piauí, Rio Grande do Piauí, dentre outros. 

Os encontros objetivam mostrar aos delegados, presidentes e outras lideranças do PMDB que o partido reúne hoje as condições favoráveis ao lançamento de candidatura própria. Em praticamente todas as reuniões, os participantes concordam com a ideia. “O PMDB do interior nunca esteve tão abandonado como agora. Há uma insatisfação generalizada com os rumos que deram ao partido. Deste modo, cresce o apoio à tese da candidatura própria, que será levada à convenção para que as bases decidam, de forma legítima e democrática, os rumos que o partido deve seguir em 2018”, disse João Henrique.

A mobilização pela candidatura própria começou no início do ano, com as viagens da Caravana Piauí em Movimento, e se intensificou com as reuniões com as bases nos municípios-polo, reunindo representantes das cidades vizinhas. Iniciadas em setembro e destinadas especialmente aos presidentes dos diretórios e delegados do PMDB nos municípios, essas reuniões já foram realizadas em Jaicós, Barras, Campo Maior, Parnaíba, Piripiri, Valença do Piauí, São Raimundo Nonato, São João do Piauí, Uruçuí, Água Branca e Água Branca, além de Picos, Oeiras e Floriano. 

Ao pregar a proposta de candidatura própria, João Henrique bate de frente com a decisão do partido de compor a base do Governo Wellington Dias (PT). A pretensão do PMDB é indicar o candidato a vice-governador na chapa do atual governador. Para ele, a ideia do partido não se concretizará. “É zero a chance de o PMDB indicar o vice na chapa do governador Wellington”, alerta. 



Por: Jhone Sousa
Fonte:AsCom

Dê sua opinião: