5000onon

Governador Wellington Dias visita Lula em Curitiba

Governador Wellington Dias visita Lula em Curitiba 

O governador Wellington Dias, acompanhado do ex-governador da Bahia, Jaques Wagner, visitou o ex-presidente Lula, nessa quinta (7), em Curitiba. Amigo pessoal do ex-presidente, Wellington conversou por cerca de duas horas com ele e disse que saiu de lá muito emocionado e confortado. “Ele é uma pessoa que a gente chega com a intenção de dar força e é ele que dá força pra gente”, comentou o chefe do executivo piauiense.

De acordo com Dias, o ex-presidente está bem de saúde, pratica exercícios físicos e tem seguido recomendações médicas para se alimentar. “Ele pede para que não se preocupar com ele, pois temos que nos preocupar com o Brasil. Ele demonstra muita tristeza e se emociona quando fala dessa situação de vários desmontes na rede dos programas de proteção social; do descontrole do preço do gás; do combustível, que coloca pessoas mais pobres em dificuldades. Ele lamentou, também, praticamente o fim dos programas “Minha Casa, Minha Vida”, “Luz para Todos”, do PRONAF de apoio aos pequenos produtores, do microcrédito e de um conjunto de outras medidas”, relata o governador.

Wellington conta que Lula tem tido a oportunidade de ter acesso a um conjunto de informações, através da sua equipe e tem realizado muitas leituras que vem ajudando-o na elaboração de um programa de desenvolvimento para o Brasil, que possa trazer de volta a aceleração da economia, com base nas experiências de outros países e com base na realidade do Brasil. “Lula ressaltou que, dentro desse programa, a sua preocupação primeira é com os mais pobres. Disse que é um programa para todos os brasileiros, mas que não podemos deixar de cuidar especialmente dos que mais precisam”, conta Dias.  

Mesmo na prisão, o ex-presidente segue animado com a sua pré-candidatura. “Apresentamos um conjunto de informações, resultado de diálogos com outros governadores e líderes de outros partidos. O que vemos é muita animação para ele ser o candidato a presidência do Brasil. Segundo Lula, ele só não será candidato por uma vontade de Deus, ou se o juiz Moro ou a Justiça apresentar qualquer prova de crime praticado por ele”, revela Dias.

O governador piauiense disse que o ex-presidente vê como natural a revisão do julgamento do mérito em instâncias superiores e que deve ter preservado os seus direitos políticos. Dias revela ainda que nesta sexta-feira (08), Lula deve encaminhar uma mensagem para povo brasileiro, sobre esse momento e sobre o que pretende com essa sua candidatura. “Nós vamos seguir dialogando com os líderes do campo político que desejam e defendem esse projeto de Brasil que pensa em todos os brasileiros, compromissado com os que mais precisam”, destaca Dias.

Na oportunidade, Wellington Dias também entregou o seu livro “A melancia do presidente” para que seja incluído nas leituras do ex-presidente e revela ainda que além de ler, Lula escreve suas memórias e faz anotações sobre esse momento que está vivendo. “Ele tem recebido contribuições de economistas, juristas, pessoas das áreas da educação, saúde. Tem feito a leitura de bons livros e, com isso, vem abrindo ainda mais a compreensão sobre a realidade brasileira”, finaliza.

 



Fonte: Fala Piauí 

Dê sua opinião: