Promotor denuncia acusados da morte de Émile

Com atuação no Tribunal Popular do Juri, o promotor Regis Marinho, depois de examinar o inquérito conduzido pelo delegado Higo Martins, da Delegacia de Homicídios, e considerar bem fundamentado o trabalho, o promotor Regis Marinho, com atuação no Tribunal do Juri, ofereceu denúncia contra o soldado Aldo Luis Barbosa Dornel e o cabo PM Francisco Venicio Alves, autores da abordagem, no final da noite do dia 25 de dezembro de 2017, na avenida João XXIII, que resultou na morte da menina Émile Caetano, de 9 anos, que era transportada no carro de seu pai, um Renault Clio.

Agora, na área da Justiça,  juiz do Tribunal do Juri receberá ou não a denúncia, para iniciar uma fase processual que passa por depoimentos de testemunhas de acusação e defesa e também pelos depoimentos dos acusados. Concluída essa fase, o juiz decide se os pronuncia ( manda para o Juri ) ou não.    

 Foto: Reprodução 

Dê sua opinião: