5000onon

Preso suspeito de torturar e manter esposa em cárcere privado

Rodrigo foi preso em flagrante 
Foto: Reprodução TV Meio Norte

Uma mulher de iniciais F.L. de Brito, foi mantida em cárcere e privado por 9 horas, estuprada e torturada pelo próprio esposo no bairro Bela Vista, zona Sul de Teresina. O esposo identificado como Rodrigo da Mata foi preso em flagrante nesse domingo (3). 

De acordo com a delegada Valéria Cunha, da Central de Flagrante de Gênero, a vítima ficou de 21h até às 6h feita refém pelo marido. Ela foi agredida com fios e cinto e foi forçada a fazer sexo com o marido. A vítima relatou para a polícia que o homem passou pimenta em suas partes intimas e ainda filmou o ato sexual. 

A mulher conseguiu fugir de casa quando o marido acabou dormindo. Ela levou a filha de oito meses com ela para a casa da mãe, onde de lá acionou a polícia. Após ser preso. Rodrigo negou todas as acusações e disse que teve relação com o consentimento da esposa. 

A vítima passou por exame de corpo de delito e foi comprovado as agressões físicas. Rodrigo da Mata poderá responder pelos crimes de lesão corporal, ameaça, injúria e estupro. A polícia investiga se o estupro foi praticado na frente da criança, filha do casal. 

A mulher disse a polícia que o marido é amigo de Paulo Alves, assassino da cabelereira Aretha Dantas. A vítima disse ainda que Rodrigo ameaçava fazer com ela a mesma coisa que Paulo fez com Aretha. Rodrigo está preso preventivamente e a sua audiência de custódia acontece hoje (4).    


Fonte: Polícia Civil 

Dê sua opinião: