5000onon

Operação Topique: servidoras da Seduc permanecem presas

Policiais federais chegam à sede da Seduc, no Centro Administrativo de Teresina 
 Foto: Paulo Pincel/ Celular

Duas servidores da Secretaria Estadual de Educação (SEDUC) permanecem presas na sede da Polícia Federal em Teresina após uma semana da deflagração da Operação Topique, que investiga fraude em licitações em transporte escolar do Piauí e Maranhão. As servidoras são Sicília Amazonas Soares Borges, diretora de Planejamento da Seduc, e Lisiane Lustosa Almendra Neves, coordenadora do transporte escolar. 

O juiz acatou o pedido da defesa de Sicilia para que ela seja transferida para uma cela especial, já que ela é portadora de curso superior. O juiz decretou a prisão temporária de Sicília por suspeita em crimes de corrupção, fraude à licitação e lavagem de dinheiro. 

Já a defesa de Lisiane solicitou habbeas corpus, mas o juiz da 3ª Vara da Justiça Federal, Agliberto Gomes Machado, negou o pedido. Além das duas servidoras, mais 20 pessoas permanecem presas.   



Fonte: Piaui Hoje 


Dê sua opinião: