Latrocida que matou cabeleireiro é preso no João Emílio Falcão

Joel Luis da Silva foi sentenciado a 22 anos por latrocínio 
 Foto:Polícia Civil/Dicap  

Acusado de latrocínio - roubo seguido de morte - praticado contra o cabelereiro Ezequias Oliveira do Carmo, em 2013, Joel Luis da Silva, 34 anos, foi preso no início da tarde desta quarta-feira (29), próximo do apartamento onde moram os país, no Conjunto João Emílio Falcão, na zona Sul de Teresina.

A prisão foi feita por policiais da Divisão de Capturas (DICAP) da Polícia Civil do Estado do Piauí. Joel vinha sendo monitorado pela polícia e estava na rua quando foi cercado e preso sem oferecer resistência. 

"A equipe fez uma campana, escolhemos o melhor dia, que no caso foi hoje (29) e efetuamos a prisão dele no meio da rua, próximo à casa dos pais deles, na frente da população, ele foi cercado e não ofereceu resistência”, relatou o delegado Odílio. 

Joel vai cumprir sentença de 22 anos de prisão. O preso foi encaminhado para a Penitenciária Irmão Guido, na zonal sul de Teresina. 

O crime 

Ezequias foi morto a facadas no apartamento onde residia, no bairro Cristo Rei. Joel levou vários objetos e o carro da vítima, abandonado na Estrada da Alegria.  


Fonte: Polícia Civil
Editor: Paulo Pincel 


Dê sua opinião: