Interdição do presídio vai adiar chegada da Força Federal no Piauí

 
 Foto: Reprodução

A interdição do presídio de Esperantina vai adiar temporariamente a chegada da força federal autorizada pelo presidente Michel Temer. Na semana passada, a pedido do governador Wellington Dias, Temer autorizou o envio de tropas para intervir na rebelião que parou a cidade.

Nesta quinta-feira (12), o secretário Estadual de Justiça, Daniel Oliveira, disse que a previsão da tropa chegar seria na próxima semana, mas como houve a interdição do presídio de Esperantina, nova programação será definida.

"O pedido de intervenção era para  Esperantina e como houve a interdição do presídio vamos ter que refazer o plano operacional junto ao governo federal", disse Daniel Oliveira. 

O secretário ressaltou que o governo do Estado não abre mão de ter tropas federais nos presídios.

"Todos os presídios precisam de reforço de segurança e vamos reanalisar o projeto e fazer nova solicitação", disse Daniel Oliveira. 

O governo divulgou que o presidente Michel Temer autorizou a destinação de 100 homens da força nacional, especializados em presídios, para atuarem no sistema prisional do Estado. Temer também autorizou a atuação do setor de inteligência da Polícia Federal para auxiliar no enfrentamento ao crime organizado no Piauí. 

 

Flash Yala Sena
[email protected]


Dê sua opinião: