Fábio Abreu diz que quadrilhas estariam vindo do Ceará para assaltar agências bancárias

"A forma como estão agindo, a rota que estão adotando como rota de fuga e assim vários outros aspectos, nos leva a crer que possa realmente ser uma quadrilha do estado do Ceará", é o que diz o secretário de Segurança Fábio Abreu que se reuniu com representantes de instituições de segurança, na manhã desta segunda-feira (05), para tratar sobre prevenção a roubos de instituições bancárias.

De acordo com Fábio Abreu, a parceria vai além das instituições, já que o contato com a população será imprescindível para reconhecer os assaltantes para prevenir novos assaltos a banco.  

Foto: Rebeca Lima/Portal AZ
   Foto: Rebeca Lima/Portal AZ  

Durante a reunião, o delegado geral Riedel Batista falou sobre a importância de evitar novas ocorrências.

“A troca de informações, estratégias estão sendo lançadas. Nós já tivemos algum caso desses em 2016 que tiveram vários casos mensais e a gente conseguiu com troca de informações prender vários elementos, nós já prendemos aproximadamente ao longo dessa gestão quase 200 pessoas envolvidas em roubo a banco”, ressalta o delegado geral.

Delegado Riedel Batista (Foto: Rebeca Lima/Portal AZ)  
 Delegado Riedel Batista (Foto: Rebeca Lima/Portal AZ)   

De acordo com o delegado geral, as quadrilhas costumam apresentar armamentos pesados como armas de fogo e explosivos. Somente neste ano o Piauí já registrou quatro grande roubos a banco, ocorridos nos municípios de Jaicós, Angical, Cocal e Altos.

Assalto em Cocal

A madrugada de sábado (03) foi de terror em Cocal, município da região norte do Piauí. Um grupo fortemente armado explodiu três agências bancárias de forma simultânea.

Agências assaltados em Cocal. Foto: Blog do Coveiro 
 Agências assaltados em Cocal. Foto: Blog do Coveiro  

Durante a ação, várias pessoas foram feitas reféns e obrigadas a montar um cordão humano em frente aos bancos para evitar a aproximação de policiais.

A ação que contou com mais de quinze criminosos ocorreu por volta das 02 horas, quando a primeira das três explosões foram ouvidas por moradores.

Os caixas eletrônicos e o cofre da Caixa Econômica Federal foram explodidos e o dinheiro roubado. O prédio ficou parcialmente destruído com a explosão. Um caixa eletrônico da agência do Bradesco e o cofre dos Correios também foram arrebentados, só que nestes, os assaltantes utilizaram pés de cabras e marretas. Ainda não se sabe o valor levado pelo bando.

Fortemente armados com fuzis e pistolas, os criminosos obrigaram feirantes e cidadãos que passavam pelos locais a montarem uma espécie de cordão humano enquanto eles agiam. Não houve confronto entre a polícia e os bandidos. Os reféns foram liberados logo em seguida. Ninguém saiu ferido.

De acordo com testemunhas, pelo menos três carros e uma motocicleta foram usados nos assaltos. Dois automóveis modelo Corolla e em uma picape Ranger e uma motocicleta de modelo não identificado. Após os roubos, o bando fugiu tomando rumo ignorado.

Uma equipe da Polícia Militar, comandada pelo Cap. Ronald, estão preservando as agências roubadas até a chegada da pericia, enquanto uma guarnição da Força Tática, sob o comando do Tenente Madson, está em diligências no intuito de capturar os acusados.  




Por Rebeca Lima
Fonte: Portal Az 

Dê sua opinião: