5000onon

Audiência de acusados da morte da menina Emilly Caetano será nesta terça-feira

O juiz Antônio Reis de Jesus Nollêto marcou para esta terça-feira (10/04), a audiência de instrução e julgamento do ex-soldado da Polícia Militar Aldo Luís Barbosa Dornel e o do PM, Francisco Venício Alves, envolvidos na morte de Emilly Caetano, de 9 anos, no dia 25 de dezembro de 2017.

A decisão é do dia 19 de março. Durante a audiência deverão prestar depoimento os acusados, as vítimas, as testemunhas e os peritos envolvidos no caso.

As imagens das câmeras de segurança que registraram a ação da polícia naquele dia também serão incluídas como provas.

Reprodução: Facebook 
 Reprodução: Facebook  

Entenda o caso

Emilly Caetano da Costa foi morta durante uma abordagem policial na Avenida João XXIII, zona leste de Teresina, na madrugada de terça-feira (25/12). A menina, de apenas nove anos, chegou a ser socorrida, mas faleceu pouco tempo depois.

Os pais da criança Evandro da Silva Costa e Daiane Caetano também foram atingidos de raspão. De acordo com a coronel Elza Rodrigues, a viatura da Polícia Militar recebeu uma denúncia de que uma dupla em um veículo Renault modelo Clio havia praticado um assalto.

“A viatura estava em rondas na avenida quando recebeu a denúncia e viu o veículo suspeito, deu ordem de parar e o mesmo aumentou a velocidade. Com isso, os policiais efetuaram disparos contra o carro e acabou atingindo os ocupantes”, disse a coronel.

Emilly Caetano da Costa teve a costela e o tórax perfurados pelos disparos de arma de fogo. A menina faleceu no Hospital de Urgências de Teresina (HUT), às 05h45min. Daiane Caetano foi socorrida e já recebeu alta. O pai da criança Evandro da Silva Costa precisou passar por alguns dias internado e perdeu parte da visão.

Os policiais envolvidos foram autuados e encaminhados para o presídio militar.





Por: Adriana Oliveira
Fonte: Portal Az 

Dê sua opinião: