Progressistas não abandonam Governo de Wellington

A conversa entre o governador Wellington Dias e o deputado estadual Júlio Arcoverde, presidente do Progressistas no Piauí, durou uma hora e meia, no inicio da noite de ontem e ao final ficou acertado que o partido de Ciro Nogueira seguirá no Governo, passando uma borracha nos acontecimentos que culminaram com o voto contra de Arcoverde ao projeto de aumento da alíquota do ICMS que o Governo conseguiu aprovar na Assembléia.

Desabafo

Na conversa com Wellington Júlio Arcoverde revelou que o episódio que o marcou foi a tentativa de retirada do seu nome por alguns colegas da comissão de Finanças da Assembléia.

Resultado de imagem para julio arcoverde

Júlio Arcoverde      (Foto: Reprodução)


Amigos na crise

Julio Arcoverde disse ao governador que o Progressistas, que o acompanha desde a eleição de 2014, não poderia abandoná-lo no momento em que o Governo tenta superar uma crise financeira.

Só com o chefe

Arcoverde pediu ao governador que daqui em diante ele próprio trate com a direção do Progressistas evitando a participação de intermediários que não contribuíram muito.

Criticas a articuladores

Julio Arcoverde tem dito a colegas que falta ao Palácio de Karnak um articulador a altura porque o secretário de Governo, Merlong Solano, nunca conseguiu estabelecer um bom relacionamento com a Assembléia.

Críticas de dentro

Com relação a sua capacidade de articulação politica o secretário de Governo, Merlong Solano, tem recebido críticas até dentro do seu partido, o PT.

Resultado de imagem para Merlong Solano

Merlong Solano      (Foto: Reprodução)


Briga feia tem inicio

Teve inicio nas últimas horas uma briga feia entre um profissional e um empresário do ramo de entretenimento que pode redundar num cipoal de denúncias sobre contratos realizados recentemente.

Dê sua opinião: