Pistoleiro acusado de matar estudantes de medicina vem para Teresina

Descoberto e preso em São Luis no inicio desta semana, o pistoleiro Marcus Vinicius Feitosa de Castro, de 40 anos, deve chegar a Teresina dentro das próximas horas. Ele foi preso em São Luis, a capital do Maranhão,  depois de uma investigação em conjunto entre as policias do Piauí e a do vizinho Estado. Vinicius é acusado de pelo menos três crimes, entre eles o dos estudantes de medicina filhos do então prefeito de Fronteiras, no Piauí.

Marcus Vinícius Feitosa de Castro

Marcus Vinicius Feitosa de Castro   (Foto: Reprodução)


Caso dos estudantes

Os estudantes de medicina Marcio Aires de Sousa e José Marcelo Aires de Sousa foram assassinados em abril de 2004, em Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, quando chegavam à faculdade.

Marcio Aires de Sousa e José Marcelo Aires de Sousa     (Foto:Reprodução)


Escondidos

Poucos familiares sabiam que os dois estudantes estavam em Nova Iguaçu. Era questão de segurança dos dois porque estavam jurado de morte supostamente pela família adversária de seu pai, Dr.Marcelo, em Fronteiras.

Descoberta

A localização dos dois rapazes teria sido conseguida pelos mandantes do crime depois de algum tempo. Marcus Vinicius teria sido contratado para executar o crime.

Sem chances

Os dois rapazes não tiveram a menor chance de defesa. Eles estavam chegando à faculdade quando foram atacados. Um deles ainda tentou correr mas foi alcançado pelo pistoleiro.

Supremo liberou

O delegado Francisco Carlos do Bonfim Filho comandou as investigações e conseguiu colocar Marcus Vinicius Feitosa de Castro na cadeia em 2006 mas em setembro de 2011 a primeira turma do Supremo Tribunal Federal lhe concedeu "habeas-corpus".

Fazendário

Sobre os ombros do pistoleiro Marcus Vinicius Feitosa pesa também a acusação de ter assassinado o fazendário Antônio Gernásio de Alencar quando este deixava os filhos no colégio em Teresina.

Delegado Bonfim

Por ter comandado as investigações que desmontaram um grupo de pistolagem na região de Fronteiras, o delegado Francisco Carlos do Bonfim Filho, passou a figurar numa lista de pessoas que seriam assassinadas pela organização.

Mortes que abalaram 

As mortes dos dois estudantes de medicina abalaram o estado do Piauí. O crime foi cometido por encomenda e por vingança, não há dúvidas.

Pai morreu logo depois

O médico José Aquiles Filho, então ex-prefeito de Fronteiras conhecido como "Dr.Marcelo", que perdera os filhos em 2004, morreu cerca de um ano depois de causas  naturais.

Região do medo e da vingança

Fronteiras sempre esteve no centro de uma região onde imperava o medo e a vingança, um território de ferrenhas disputas politicas que sempre escorregaram para a violência e o emprego de pistoleiros. Muitos tombaram por causa das brigas familiares.

Dê sua opinião: