5000onon

Papel das Forças Armadas: evitar que bandidos dominem o país

Politica à parte, há muito tempo o Rio de Janeiro precisava de uma intervenção federal ( pode e deve ser mais ampla ) porque as instituições estão completamente contaminadas.Todo bom e sério agente de inteligência deste país sabe que os "barões" do trafico estão baseados, infelizmente, na outrora cidade maravilhosa.Pior ainda: sabem que o tráfico aparelhou setores do Estado, infiltrando rebentos de confiança em órgãos que podem, de alguma forma, facilitar, e até proteger suas atividades.A Polícia Militar do Rio de Janeiro, por exemplo, está completamente contaminada.Os homens sérios e comprometidos com a lei e a ordem que existem por lá não conseguem chegar em posições decisivas para fazer o bem  prevalecer sobre o mal na instituição.

Medida tomada, independente de quem quer que esteja no Governo, surgem os "especialistas" em segurança pública fazendo críticas, preconizando que os "direitos humanos" serão desrespeitados.São pessoas completamente desconectadas com a realidade ou comprometidas com ideologias e não com a segurança da maioria da população.Vivem ainda defendendo o manifesto comunista de Max e Engels, que foi publicado em 1848, portanto há dois séculos.

Essas pessoas precisam ter cuidado por que mais cedo ou mais tarde a população vai pensar que têm compromissos com traficantes e ou se beneficiam da violência e do crime.O Exercito Brasileiro, tão maltratado por essas mesmas pessoas, jamais se prestará ao papel de fazer encenação politica.Cumprirá, sem dúvida alguma o seu papel constitucional, que inclui não deixar que o pais seja dominado por bandidos, que portem arma de grosso calibre ou usem paletó e gravata.

Dê sua opinião: