5000onon

Caso Camilla Abreu: Advogada pedirá investigação contra médicos

A advogada Ravenna Castro decidiu oficializar dentro das próximas horas à direção do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí um pedido de investigação para apurar em que circunstâncias médicos estão concedendo atestados de insanidade mental para acusados de crimes de morte que os utilizam para que suas defesas fundamentem pedidos de liberdade.

  • Foto: DivulgaçãoJean Carlos e Ravenna CastroJean Carlos, pai de Camillla Abeu e Ravenna Castro

A advogada tomou essa decisão depois de acompanhar, como contratada da família da vítima, o julgamento do "habeas corpus" solicitado pela defesa do capitão Allisson Wattson, no final da semana passada, acusado de assassinar a estudante Camilla Abreu, com requintes de perversidade.

Apresentando um atestado médico, a defesa de Wattson solicitou a sua liberdade alegando que ao cometer o crime, o oficial da PM não estava gozando de saúde mental.

EXCLUSIVAS

Pedido negado

  • Foto: Lucas Dias/GP1Edvaldo Moura Edvaldo Moura

O "Habeas corpus" foi negado pelos três desembargadores que integram a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, entre eles o ex-presidente Edvaldo Pereira de Moura, que já foi delegado de Polícia.

Câmara não pediu

A 1ª Câmara Criminal, se negou o "habeas corpus" é por que não acredita que o capitão tenha problemas mentais; e se não acredita não confia no atestado e se não confia no atestado deveria ter determinado, no mínimo, que o médico que o concedeu, se apresentasse para justificá-lo.

Luxo impressiona

  • Foto: Lucas Dias/GP1Franzé SilvaFranzé Silva

Quem visita o escritório de campanha de deputado estadual do ex-secretário de administração Franzé Silva sai impressionado com o luxo do lugar.

Fogo amigo

  • Foto: Lucas Dias/GP1Francisco LimmaFrancisco Limma

Amigos do deputado estadual Francisco Limma, esperto político do Baixo Parnaíba, suspeitam que seja "fogo amigo" os comentários segundo os quais ele dominaria um verdadeiro feudo na região.

Menino da alta sociedade

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vereador Luis AndréVereador Luis André

Alertado por um robusto secretário municipal de que você "é um menino da alta sociedade e não pode ficar ao lado de um cara que foi criado em vila", o vereador Luís André voltou para o aconchego do poder.

Guerra de bastidores

Trava-se uma verdadeira guerra de bastidores entre MDB, Progressistas, PDT e PSD pelas vagas de vice e uma de senador na chapa que encabeçará o governador Wellington Dias.

Têm notícias "plantadas" para tudo quanto é lado.

O Corvo opera de lancheira

Descobriu-se nas últimas horas que o "Corvo" costuma utilizar uma lancheira sob o argumento de que precisa se hidratar, mas na realidade é uma camuflagem de equipamento que transmite conversas, e até imagens, em tempo real para o seu diminuto chefe.

O que vai acontecer?

Verdadeira a informação de que foi realmente o filho de um desembargador quem atropelou e ainda humilhou e agrediu um transeunte na madrugada de sábado em Teresina, a pergunta que vem imediatamente é a seguinte: o que vai acontecer?.

Basta de "timidez"

Infelizmente grande parte de nossas autoridades são muito tímidas quando se trata de impor a lei para poderosos. A imprensa também é seletiva.

Sempre acontece

Todas as vezes que dissemos aqui que havia "cheiro" de operação da PF no ar, acertamos. Agora, observando algumas movimentações podemos dizer que tem "cheiro" de novo.

Essa matéria foi publicada originalmente do Portal GP1.

Dê sua opinião: