5000onon

Técnicas de prazer que toda mulher deve conhecer e praticar

Prática saudável e até recomendada por especialistas, a masturbação não somente garante prazer como permite que as mulheres entrem em contato com o próprio corpo, aprendendo seus principais pontos de prazer e conhecendo melhor a região íntima para, assim, até mesmo facilitar o orgasmo no sexo com um parceiro ou parceira.

Confira algumas técnicas de prazer que toda mulher deve conhecer e praticar sempre que possível, seja a sós ou durante a relação com o par:

Como ter mais prazer na masturbação: dicas para elas

1. Na hora da masturbação, comece explorando não só a região íntima, mas também outras zonas erógenas do seu corpo, realizando toques nos seios, parte interna da coxa, virilha, parte interna dos braços, ânus, etc.

2. Não tenha pressa e sequer se preocupe em ter um orgasmo. Foque no que você sente com cada toque e perceba que o clímax será uma consequência das carícias. E não precisa chegar nele logo de primeira: vá explorando seu corpo e percebendo o que ele gosta.

3. Quando estiver pronta para começar a masturbação em si, inicie umedecendo os dedos com saliva ou lubrificante antes da estimulação íntima.

4. Não fique presa a uma técnica de masturbação apenas. Se, por exemplo, você normalmente se estimula posicionando seus dedos em diagonal sobre o clitóris, tente variar com movimentos de cima para baixo. Outra opção é usar o dedo para traçar círculos em torno do clitóris sem tocá-lo diretamente.

5. Invista em um vibrador ou brinquedos eróticos que proporcionem prazer extra à masturbação. Atualmente é possível encontrar acessórios de diversos estilos, tamanhos e funcionalidade para todo tipo de preferência.

6. Na falta de um vibrador, o bom e velho chuveirinho na hora do banho pode ser uma boa opção. Direcione o jato de água no clitóris, focando mais suavemente (de longe) e, em seguida, com mais firmeza (bem de perto). Você pode alternar entre esses dois extremos ou apenas encontrar um meio termo que proporcione a dose exata para sensação de prazer.

7. Uma outra boa técnica considerada estimulante é posicionar seu dedo indicador e médio pelo lado de fora e apoiar em ambos os lados do clitóris. Enquanto você gentilmente segura o clitóris com os dedos de uma mão, use os dedos da outra para acariciá-lo, enquanto varia a pressão e velocidade.

8. Deite de barriga para cima, joelhos dobrados e os pés apoiados na cama. Use o dedo do meio para penetrar a vagina e, à medida que o dedo entra, contraia suavemente os músculos da perna para que sua pélvis pulse em ritmo similar ao sexo. Empurre seu quadril e sua mão e dedo em direções opostas.

9. Explore ao máximo seu prazer e crie a sensação de clímax para, em seguida, retroceder antes de chegar ao orgasmo. Repita algumas vezes até não aguentar mais. A expectativa do orgasmo e as pausas promove um acúmulo de excitação que resultam em um orgasmo muito mais intenso no final.

Extra: lembre-se que a masturbação não precisa ser feita sempre a sós (apesar de que ter um momento de prazer só seu é muito importante): masturbar-se na frente do par pode ser extremamente excitante para ambos e inclusive uma forma de apimentar a relação.

Além disso, realizar a prática durante a penetração é uma forma mais garantida de chegar ao orgasmo com o parceiro.




Fonte: Com informações do Vix

Dê sua opinião: