5000onon

Descubra quais as melhores preliminares para a hora do sexo anal

Assim como em qualquer outra atividade sexual, as preliminares são essenciais antes do sexo anal. A região não tem a lubrificação necessária para a hora do sexo e, sendo assim, é preciso ter cuidados especiais antes da penetração .

Um dos cuidados, entretanto, não tem muita relação com a lubrificação em si, mas com o que pode sair do corpo durante o sexo anal . Não se sinta constrangida por isso, todo mundo sabe que do ânus não saem rosas, então não tem problema preparar a cama com uma coberta especial para evitar sujeirinhas indesejadas no pós. As outras preliminares , felizmente, são mais agradáveis. 

Apesar do ânus ser o personagem principal nessa hora, os especialistas recomendam que o casal comece estimulando outras partes do corpo. E é fácil de entender o por quê disso, já que quando o assunto é penetração vaginal a recomendação é basicamente a mesma. Por mais que o casal queira ir logo para o "objetivo principal", o organismo também precisa entrar no clima da relação sexual e ser estimulado adequadamente.

Beijos, carícias nos órgãos sexuais, massagens sensuais e o uso de óleos e  brinquedos sexuais, por exemplo, estão mais que liberados. Aproveitem o momento para conhecer os corpos um do outro, já que uma relação sexual é um momento de intimidade. Sinta a pele e o toque um do outro, se abracem e deixem essa intimidade aumentar aos poucos.

Foco no bumbum

Quando vocês já estiverem mais que no clima, é hora de preparar o ânus para receber a penetração. A região não está preparada para o ato sexual, então é preciso dar "avisos" de algo vai acontecer. Uma dica é massagear o bumbum de quem vai receber a penetração. Com certeza, não vai ser nada difícil para quem vai realizar o ato, já que a pessoa já está interessada nesta parte do corpo.

Aos poucos, a pessoa deve iniciar a penetração, mas primeiro com um dedo ou brinquedo próprio para o ato anal e só depois com o pênis. Se a penetração ocorrer de forma muita rápida, vai machucar a mulher, pois a região vai ficar rígida. Uma dica para evitar o problema é iniciar a penetração apenas com a pontinha do dedo, e sempre use lubrificante, não dá para esquecer que a região não é lubrificada naturalmente.

Depois que isso for feito, pare o movimento. O ânus vai se contrair, mas, depois, relaxar, e aí a penetração pode continuar a ser feita. O mesmo vale para o plug anal, brinquedo sexual próprio para a prática. É também essencial que seja usado o brinquedo certo neste momento, já que o ânus pode "sugar" o objeto que não for próprio para isso. 

Por meio de muita conversa, que é essencial na hora do sexo anal, o casal vai se certificando de que o ânus está pronto para mais e mais penetração. É a mulher que dita o ritmo nesta hora, dando indícios de que está tudo bem e que a outra pessoa pode continuar. Caso contrário, comecem de novo ou parem o que estão fazendo. Ninguém quer terminar uma relação sexual com dor.

Outras formas de relaxar

Se o casal está preocupado com o que pode sair do ânus, não vai ficar relaxado o suficiente para a hora da penetração. Primeiro de tudo, o homem deve estar de camisinha – e não só porque há o risco de contaminação com os restos de fezes, mas para evitar doenças sexualmente transmissíveis também.

(Alerta! A camisinha deve ser trocada se vocês desistirem do sexo anal e partirem para a penetração vaginal. A vagina da mulher é muito senseivel, e o contato com os restos de fezes pode gerar problemas de saúde à mulher.)

Mas se a preocupação com as sujeiras de dentro do ânus continuarem a atrapalhar o casal, por que não passar o ato do quarto para o chuveiro? Um banho pode deixá-los mais tranquilos em relação à penetração anal. A água também vai ajudar vocês dois a deslizarem melhor as mãos pelo corpo do outro, aumentando ainda mais o tesão.

Já se não há problema em continuar na cama, a estimulação no ânus também pode ser feita com a língua. Novamente, não se equeça da proteção. A região concentra muitas bactérias, e a famosa chuca, a lavagem interna do ânus com o chuveirinho, não é recomendada por especialistas. A mulher deve limpar bem a parte externa, e o homem pode usar uma camisinha para a proteger a língua. Cuidado apenas com as outra partes da boca e com a hora de tirar o preservativo.  

Uma barragem dental, produto que é como uma toalhinha de látex, muito usada por dentistas, também pode ser usada como forma de evitar o contato direto da boca com o ânus no caso das pessoas que querem praticar o chamado "beijo grego". 

Devagar e sempre

Ânus preparado? Agora, então, é a hora da penetração com o pênis. Mesmo que a mulher esteja preparada para receber o órgão, o sexo anal não funciona como o vaginal e precisa ser feito com muita calma.

A sintonia do casal é importante para evitar machucados, e o homem precisa estar atento aos sinais que a mulher dá na hora da relação. A qualquer sinal de dor é preciso repensar o que está sendo feito. Já se ambos estão curtindo o momento, passe livre para continuar e ter muito prazer.

Entretanto, o mais importante é a pessoa que vai receber a penetração anal estar totalmente a favor disso. Há uma grande diferença entre fantasiar com o sexo anal e, de fato, querer fazê-lo. É diferente também querer satisfazer uma vontade do parceiro e satisfazer uma vontade própria. Claro que é possível conseguir ter prazer com a penetração anal, mas os dois envolvidos na relação precisam estar de acordo, principalmente quem vai receber – talvez esta seja a melhor preliminar.





Fonte: Com informações do IG

Dê sua opinião: