5000onon

Teresinense paga até R$ 0,50 a mais pelo litro da gasolina

Preços foram  reajustados em ate R$ 0,40 em Teresina 
 Foto: Reprodução Montagem

Os donos de veículos foram surpreendidos ao tentar abastecer na manhã desta terça-feira (29), depois de oito dias de paralisação dos caminhoneiros, protesto que provocou o desabastecimento de combustíveis, alimentos e outros produtos em todo o país. A gasolina comum, que era vendida a R$ 4,49 antes das manifestações, está sendo comercializada a R$ 4,79. Tem posto vendendo a gasolina aditivada a R$ 4,94, quase R$ 0,40 a mais pelo litro de combustível. 

A situação é pior no interior, onde já tem motorista pagando mais de R$ 5,15 pelo litro da gasolina, isso nos postos que ainda tinham combustível ou que já receberam o produto depois da desobstrução da saída dos caminhões-tanque do terminal de petróleo de Teresina, na noite de ontem (28). 

Os donos de postos alegam que receberam a gasolina R$ 0,20 mais cara das revendedoras e que apenas repassaram esse reajuste para os preços nas bombas. 

O Procon orienta o consumidor a procurar os postos onde não houve o reajuste abusivo no preço dos combustíveis. 

Os motoristas que transportam passageiros usando aplicativos, como o Uber, fizeram um movimento para denunciar a cobrança abusiva nos postos. Pelas redes sociais, eles compartilham fotos com a tabela de preços nesses postos em todas a regiões da capital.  


Fonte: Paulo Pincel
Piaui Hoje.com 

Dê sua opinião: