5000onon

BR-343 em Teresina corre risco de romper no período chuvoso

BR-343 em Teresina rompeu no período chuvoso deste ano 
  Foto; PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apresentou na manhã desta terça-feira (27) um relatório técnico sobre o risco de acidentes de trânsito nas rodovias federais que cortam o Piauí. O relatório foi elaborado pela Perícia Técnica da PRF demo estado de Sergipe, a mesma equipe que analisou a BR 135 no ano passado. De acordo com os resultados, dois trechos da BR-343, em frente a Hot Sat, na saída de Teresina, apontam riscos de rompimento.

Segundo o superintendente da PRF-PI, Welendal Tenório, e o superintendente do Dnit-PI, Ribamar Bastos, se nada for feito de forma emergencial, a rodovia vai romper no período chuvoso, pois o relatório aponta necessidade de intervenções de infraestrutura urgentes no local, constatando processo de erosão no acostamento, formação de degraus entre elemento da plataforma viária e a pista de rolamento, trecho apresentando um elevado risco de acidente de trânsito.

Ainda conforme a PRF, foram analisados o km 320,1 intersecção de linha férrea próximo a Altos e finalmente o cruzamento de acesso ao bairro Planalto Uruguai, no km 338,9 trecho desprovido de sinalização para disciplinar o tráfego, no local há conflito de fluxos de veículos quede interceptam impondo o rico de acidentes.

As obras na BR-343 estão orçadas em R$ 33 milhões e o Dnit ressalta que as obras são de responsabilidade do Governo do Estado, através do DER. “Existe um convênio com o DER e, por isso, o Dnit não pode investir recursos. O convênio termina em dezembro e estamos aguardamos uma definição do governo do Estado", diz Ribamar Bastos.


Fonte: PRF/DNIT 

Dê sua opinião: