5000onon

Transnordestina: vergonha nacional no facebook

Vejo no facebook um vídeo que mostra imagens vergonhosas da ferrovia Transnordestina, um empreendimento da era Lula, mas que deve ser cobrado do atual governo. Afinal, quem assume o cargo aceita os ônus. Quantas vezes o presidente Temer se posicionou sobre essa ferrovia? O que dizem os parlamentares federais sobre o assunto?

Acompanho diariamente, através do rádio, as sessões plenárias do Senado e não ouço nenhum pronunciamento sobre a Transnordestina.

O vídeo é de boa qualidade e mostra trilhos colocados no chão, sem dormentes, além de trens abandonados em cidades de Pernambuco. O trecho piauiense da ferrovia também é mostrado, com depoimentos de agricultores que nunca receberam indenizações pelas terras e produções sacrificadas.

A oposição no Piauí já devia ter produzido algo semelhante para mostrar a situação da rodovia Transcerrado, outro empreendimento que parou e que espera-se seja retomado com parte dos recursos de R$ 315 milhões que o governo conseguiu recentemente através de empréstimo.

Atualmente o que incomoda mais os governos são as redes sociais, mas os vídeos feitos de forma doméstica não impressionam tanto.

A reportagem sobre a Transnordestina começa com uma repórter afirmando que 600 quilômetros da ferrovia, nos estados de Pernambuco, Ceará e Piauí, ligam o nada a lugar nenhum. Um operário presta seu depoimento sobre o abandono da obra em Missão Velha. As imagens mais vergonhosas são de 40 cargueiros abandonados, entre Missão Velha e Salgueiro. A narradora diz na reportagem que Salgueiro foi a cidade mais impactada com a obra, chegando a montar uma fábrica de dormentes.

Lula e a Igreja Católica

O Papa Francisco deve ter ficado de “orelha em pé” com a repercussão que teve um rosário por ele enviado ao ex-presidente Lula. Antes que o detento tivesse rezado a primeira oração as “continhas” escuras já eram mostradas nas redes sociais e na mídia esquerdista. Lula sempre se beneficiou de atos religiosos em seu favor. Basta ver que foi por trás de uma missa que ele se escondeu da polícia na sede de um sindicato no ABC paulista. Se por causa de Lula o Vaticano teve que modificar uma nota, o que mais falta acontecer?

Bolsa Família

Publicou Jorge Araújo Mendes, no facebook: “Não sinto orgulho....

Em saber que 43% da população piauiense é assistida pelo Programa Bolsa Família. É triste saber que somos dependentes a este ponto. São 449.586 famílias que sobrevivem com a ajuda federal da assistência social. Sim, são famílias que tem direito a uma vida digna, mas que dependem do Estado para receber a migalha brasileira que cai da mesa.

O BF todo mês manda para o Piauí 91,154 milhões de reais, o que representa ao ano 1,09 bilhão de reais. Considerando o último PIB medido no Piauí, de 39,15 bilhões de reais chega-se à proporção de 2,78%.

Frank Aguiar na mídia

Publicou a colunista Apoliana Oliveira, no portal 180graus. “Frank Aguiar precisa tomar cuidado para não ser vítima da mesma armadilha armada para Amadeu Campos, quando se candidatou a prefeito de Teresina em 2016. Grupos que tentavam derrubar a campanha do jornalista fuçaram o passado em busca de acusações contra o então candidato do PTB, para tentar manchar sua reputação frente à opinião pública. Com Frank, os primeiros sinais de que esta estratégia possa ser usada contra ele começam a aparecer. Precisa ficar esperto, ainda mais com o reboliço que vem causando politicamente graças a sua pré-candidatura ao Senado Federal”.

Amor ao próximo

“Roubaram o amor ao próximo”. Esta frase foi publicada pelo jornalista Cláudio Barros, no facebook, causando má interpretação nos comentários. Teve um que praticamente se solidarizou com os ladrões do dinheiro arrecadado na Caminhada da Fraternidade, alegando que a igreja não presta contas das arrecadações. Mas nada justifica um assalto a quem vai depositar dinheiro em um banco. Com sua frase o jornalista disse tudo. O dinheiro doado à igreja numa caminhada fraterna é realmente fruto do amor ao próximo.

ROUBARAM O AMOR AO PRÓXIMO

Luta pelo Senado

O deputado Dr. Pessoa disse hoje (13) que não cogita mudar sua candidatura. Está em campanha para o Senado e apoia o senador Elmano Ferrer para o Governo do Estado. Sobre a indicação de seu suplente ele disse que isso só ocorrerá na convenção. Dr. Pessoa desmentiu os boatos de que estaria atritado com Elmano Ferrer, informando que o mesmo esteve recentemente em sua casa. Cumprindo extensas agendas de viagens ao interior, ele é um dos mais assíduos nas sessões plenárias.

Mais empréstimo

O governador Wellington Dias encaminhou à Assembleia Legislativa quatro mensagens que foram lidas no pequeno expediente da sessão plenária de hoje(13), incluindo a de número 37/2018 em que pede autorização para a obtenção de empréstimo externo, com garantia da União, junto ao Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). O empréstimo poderá chegar até 20 milhões de dólares (R$ 74 milhões). De acordo com a mensagem do governador, os recursos do empréstimo serão aplicados no Programa de Inclusão Produtiva e Cidadania do Semiárido (Programa Viva o Semiárido) visando beneficiar famílias de agricultores pobres que desenvolvem atividades agrícolas ou não.

Acordo de paz

O que esperar de um acordo de paz entre os presidentes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, Donald Trump e Kim Jong-un? Nas redes sociais as desconfianças são palpáveis. Eis o que disse o presidente americano: “Acabei de desembarcar de uma viagem longa. Agora todos podem se sentir muito mais seguros do que no dia em que assumi. Não há mais uma ameaça nuclear por parte da Coreia do Norte. Encontrar-me com Kim Jong-un foi uma experiência interessante e muito positiva. A Coreia do Norte tem um grande potencial para o futuro!”.

O humor de cada dia

Marido cuidava do roçado, enquanto a esposa tomava conta de uma pequena venda na esquina de casa. Um dia ele vai chegando do serviço e

 avista um estranho de rosto colado na esposa, como se estivessem aos beijos. Em voz alta gritou o marido:

- Meu bem, o que esse cretino está dizendo aí pra você?

- Ele está dizendo que dá quinhentos reais nesse nosso cavalo velho que está debaixo da mangueira.

- 0 Pois feche o negócio, amor.

Moral da estória; o “Pé de pano teve que comprar o que jamais tinha imaginado.

Dê sua opinião: