5000onon

Sistema antigo de ônibus vive seus últimos momentos

Resultado de imagem para transporte coletivo em Teresina 
  Foto: Reprodução

O teresinense está vivendo os últimos dias do antigo sistema de transportes coletivos, com o prefeito Firmino Filho anunciando pessoalmente as vantagens da integração, que começará a funcionar na
zona sul, na próxima semana. Já faz um bom tempo que foram construídas novas estações de passageiros, as quais já passaram por reformas na pintura. Há sempre um operário com um pincel e uma lata de tinta nas mãos. Só falta mesmo colocar batom e protetor solar nas paredes.

As estações de passageiros são suntuosas, edificadas em cima dos canteiros que separam as pistas e por isso mesmo já causam lentidão no tráfego, ao contrário do que vem pregando a STRANS, fluidez. Nas avenidas Miguel Rosa e Barão de Gurgueia, sempre que os carros se aproximam das novas estações ocorre um mini-engarrafamento, o que poderá ser pior quando o novo sistema entrar em operação e os ônibus ocuparem a metade da pista.

O prefeito tem o direito de apostar no sucesso do novo sistema de transportes coletivos, mas não poderá ignorar que a manutenção das novas estações de passageiros custará muito dinheiro, exigindo
reformas na pintura pelo menos duas vezes por ano. Uma prova disso é que muitas delas foram pichadas e tiveram que passar por retoques na pintura.

Não se sabe de onde a gestão municipal irá tirar dinheiro para manter a luxuosa estrutura erguida nas avenidas. As estações são verdadeiros “aquários”, cujas vidraças vão exigir cuidados especiais. Espera-se
que a manutenção de tão luxuosa estrutura não seja feita com os valores das passagens. Afinal, ninguém pediu a construção de luxuosas estações de passageiros. O conforto deve haver dentro dos ônibus. As
paradas são pontos em que o passageiro deseja ficar o menor tempo possível.

Dia da Mulher

O Dia Internacional da Mulher ganhou algumas manifestações curiosas dos homens. O cartunista Albert Piauí escreveu esta no facebook: “Que as mulheres, no Dia Internacional da Mulher, tenham compaixão dos homens”. No meu local de trabalho um colega disse que a mulher tem só um dia, enquanto o homem tem todos os dias para ficar dando trabalho dentro de casa.  Outro colega me disse que a mulher  só dá valor ao homem quando precisa trocar o pneu do carro.

Legalização dos jogos

O senador Ciro Nogueira corre o risco de não ter aprovado o seu projeto que legaliza os jogos no Brasil. A Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal rejeitou a proposta que autoriza a exploração de bingos, jogo do bicho, videojogo e outras modalidades de apostas. Por força de requerimento, o texto que havia sido aprovada no ano passado na Comissão Especial de Desenvolvimento Nacional vai agora
para plenário, com parecer contrário da CCJ.

O exemplo do MST

 O Movimento dos Sem Terra (MST) deu um péssimo exemplo no Dia Internacional da Mulher. Cerca de 400 de seus integrantes, a maioria mulheres, invadiram o parque gráfico do jornal O Globo, no Rio de
Janeiro, na manhã da última quinta-feira (8). Meia hora depois da invasão, o grupo deixou o local e não houve feridos. Segundo o jornal, os manifestantes chegaram em dez ônibus e invadiram o prédio a partir
do estacionamento para visitantes, que é de livre acesso. O grupo não foi contido pelos seguranças da empresa devido à grande quantidade de integrantes — havia pessoas armadas com facões. Será que o MST toparia um confronto com os militares do Exército? Perdeu-se uma chance de um teste.

Tererê, o incendiário

O ex-deputado Deusimar Brito (Tererê) passou a vir com freqüência a Teresina, para acompanhar de perto as conversas sobre a sucessão estadual. Em menos de um mês ele conseguiu espalhar a semente da intriga, colocando o candidato de sua preferência, Luciano Nunes, como vítima do prefeito Firmino Filho, que estaria traindo o correligionário. O “veneno” de Tererê foi destilado numa entrevista ao portal GP1, mas dificilmente alcançará os objetivos. Luciano Nunes e Firmino Filho não são chegados a “picuinhas”.

Os partidos e as mulheres


Este ano o PSDB saiu ma frente do PT, em se tratando de homenagem às mulheres. A deputada Flora Izabel requereu uma sessão especial que não foi marcada para a data comemorativa (8 de Março), enquanto o PSDB oferecia um coquetel após movimentado encontro no Plenarinho, aproveitando para fazer filiações. Enquanto isso, na sessão plenária da Assembeia todos os deputados usaram o tempo dos pequenos avisos para homenagear as mulheres. A mensagem do presidente Themístocles Filho foi por escrito e destacou a importância da mulher nos trabalhos da Casa.

Temer e Delfim

Os destaques deste final de semana na grande mídia nacional são o ex-ministro Delfim Neto e o presidente Temer. O primeiro sofreu revista policial em casa e o segundo teve a revelação de que um amigo de
Longas datas seria seu “laranja”. A revista Veja desta semana trás.Longa matéria sobre o suposto “laranja” de Temer em negócios do Porto.
O suposto “laranja” de Temer está sendo comparado ao PC Farias. Trata-se de um coronel da reserva, João Batista Lima.

Maldade humana

 A maldade humana não tem limites, conforme mostra matéria publicada no portal G1, sobre um cachorro que nasceu surdo e foi abandonado cinco vezes pelos que o adotaram mas não conseguiram adestrá-lo. Mas existe sempre alguém de bom coração. Assim, uma senhora chamada Ellie adotou o animal e já conseguiu, através da linguagem de sinais, fazer com que ele atenda chamadas para sair de um local para outro e para se sentar. O cachorro se chama Ivor. O fenômeno se passa na Inglaterra, onde a nova dona do cão aprendeu a se comunicar por sinais. Aqui em Teresina o número de cães e gatos abandonados é muito grande. Mas a generosidade das pessoas é maior. Não falta ração para esses bichinhos.

O humor de cada dia

FRASES SOBRE PRESIDENTES

O Presidente Michel Temer trocou o diretor da policia federal. Agora
ele não tem nada a Temer.

O Brasil não está igual à Venezuela, porque aqui o presidente já
apodreceu e lá ainda está Maduro.

Dependendo do próximo presidente não haverá passagem de faixa
presidencial, mas sim  de tornozeleira eletrônica.

O Bolsonaro está se candidatando para a presidência. Será que o bolso ganha?

Dependendo do próximo presidente não haverá passagem de faixa
presidencial, mas de tornozeleira eletrônica.

Sonhei que o Luciano Huck era presidente e colocava todo mundo num caldeirão.

Dê sua opinião: