5000onon

Robert Rios e Marcelo sabatinados na TV Antena 10

Robert Rios e Marcelo Castro, candidatos ao Senado, foram sabatinados na última quarta-feira (5), na TV Antena 10, um na sequência do outro.

Robert entrou primeiro e acusou o concorrente apenas de ter indicado um filho para cargo de confiança no governo estadual. Ao se defender, Marcelo disse que a escolha foi pela competência do rapaz.
Robert Rios falou de seus planos para o Senado, onde pretende atuar em defesa da Segurança, pelos conhecimentos que tem sobre o assunto, como policial de carreira na Polícia Federal. Destacou suas realizações como secretário de Segurança, realizando concursos e estruturando delegacias.

Marcelo Castro, por sua vez, fez questão de justificar sua presença na chapa governista por ter sido eleitor do Lula e de Dilma Rousseff, tendo sido ministro da Saúde desta última, quando teve oportunidade de aumentar recursos para a Saúde do Piauí, recursos que  são permanentes.

Pela desenvoltura dos dois candidatos, bom mesmo seria um debate entre eles, tal como é feito com os que disputam o governo do Estado. Robert tem menos tempo de parlamento, mas tem sido atuante no combate ao governo. Marcelo também teve reconhecida atuação como deputado estadual e exerce seu quarto mandato na Câmara Federal, além de ter sido ministro da Saúde.

Os votos de Fachin

Publicou o portal brasil247: “Depois de ter aberto a única divergência à aberração do voto do ministro Luis Roberto Barroso no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que afrontou o Comitê de Direitos Humanos da ONU e atendeu aos interesses da Globo, o ministro Edson Fachin negou o pedido da defesa de Lula para afastar o impedimento à sua candidatura; com isso, Fachin admite que seu voto no TSE, alusivo à ONU, foi apenas uma encenação”.

Bate-boca em sabatina

Trecho de bate-boca entre Tony Trindade e Robert Rios, em sabatina da TV Antena 10, transcrito pelo portal 180graus: “Você quer que eu responda? Ou você quer responder por mim? Por que você gosta de perguntar e responder”, disse o candidato. Robert cita obras que fez, e mais uma vez Tony Trindade o interrompe, perguntando se o que ele fez foi contra a vontade do governador. “Ah, vai responder. Você quer sentar aqui? Você senta e eu fico em pé perguntando”, se irrita o candidato. “É que o senhor fala como se fosse o governador, eu fiz, eu fiz”, devolve Tony. “Acuse o deputado Robert Rios, fale do deputado Robert Rios. Estou falando dos meus adversários. Aqui para elogiar governo já tem você”, dispara.

Petista quadruplicado

Como pode uma pessoa só aparecer em quatro pontos diferentes de uma manifestação numa foto postada na internet? Só pode ser montagem. Mas foi o que mostrou Irisvaldo Vieira, no facebook. Está lá a multiplicação, com um círculo em cada um. O misterioso é godo e usa uma camiseta vermelha. A multidão era na caravana Lula Livre. Por esse e outros exemplos é que não se deve formar opinião baseado apenas no que se vê na internet.

Energia eólica

Publicou Fernanda Lobo, no facebook: “Queremos incentivos para implantar a energia solar nas residências de Teresina já que o potencial é enorme. Como o governo pode diminuir os custos da implantação desta energia? As placas são caríssimas o que torna inviável para a população. A Eletrobras cobra contas altíssimas e para o nordeste a tarifa ainda é mais cara. Precisamos que a luz solar e a energia eólica sejam aproveitadas e utilizadas em nosso estado. Continua a pergunta: O que o governo fará para que a população do Piauí possa utilizar de fato o que produzimos com abundância”?

Chuva em boa hora

Setembro chegou inaugurando o período BRO BRÓS e são Pedro mandou uma chuva na véspera do Sete de Setembro, para refrescar as manifestações.

A meteorologia estima que os meses mais quentes do ano serão ainda mais quentes. Só nos resta torcer para que chuvas inesperadas venham com frequência. A chuvinha de quinta-feira veio no melhor horário, seis da manhã.

Briga de compadres

O presidente Michel Temer divulgou um vídeo no Twitter no qual pede ao candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, para que ele não minta para conseguir votos e “conte exatamente a verdade”, que o PSDB apoiou a gestão do emedebista. Já o candidato Alckmin afirmou que Temer não tem legitimidade. Cabe agora ao eleitor evitar que os dois continuem “brincando” de divergências. Como fazer isso? É simples. É só não votar no tucano e festejar com fogos a saída do outro. Briga de compadres a gente não aparta e nem aplaude.

TSE aprova Bolsonaro

Num julgamento rápido, menos de 10 minutos, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou por unanimidade, na quinta-feira (6) o registro da candidatura de Jair Bolsonaro, do PSL a presidente da República. No voto, o relator do processo de registro, Og Fernandes, afirmou que não existe impedimento na lei para candidatos que respondam a processo penal ainda não condenados. A Lei da Ficha Limpa barra condenados por órgão colegiado – no STF, o processo de Bolsonaro ainda não foi julgado e, por isso, não há decisão sobre culpa ou inocência do deputado. Foram duas as contestações. Uma delas apontava a condição de réu de Bolsonaro sob acusação de injúria e apologia ao estupro e, por isso, não poderia assumir a Presidência, caso eleito.

O humor de cada dia

Chega um camponês a uma igreja para batizar o seu primogênito e o padre lhe diz:

– Como vai se chamar o seu filho?

– Vai se chamar Juca Tigre Catorze.

– Como? – exclama surpreendido o padre –. Juca Tigre Catorze?

– Sim, padre – exclama o camponês.

– Não, meu filho, isso não pode ser, esse nome não é cristão.

– Como não é cristão? Então por que tem um que se chama Papa Leão Treze?

Dê sua opinião: