5000onon

Qual seria o legado de Michel Temer?

Existem matérias que já dizem tudo no título, como uma que o site da veja publicou no último domingo: “Temer negocia frente de siglas param defender legado e isolar Lula”.  O subtítulo diz  o seguinte:  “De
olho nas eleições de 2018, a ampla frente de centro-direita aumentaria forças para enfrentar a batalha pela aprovação da reforma da Previdência”. Antes de ler a matéria o leitor já pergunta: “qual seria o legado de Michel Temer”?

Além de “legado”, a matéria fala também em “estratégia”, conforme o tópico a seguir: “O presidente Michel Temer começa a desenhar a estratégia para seu último ano de governo e para as eleições de 2018.
A ideia é construir uma ampla frente de centro-direita para enfrentar a batalha pela aprovação da reforma da Previdência e de outras pautas econômicas e mantê-la unida até a disputa eleitoral de outubro”.

A frente a ser criada por Temer contaria com mais da metade do tempo de TV e incluiria PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, PP e PSD e seria capaz de fazer a defesa do legado de Temer, além de se contrapor e até isolar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, líder nas pesquisas. Alguém precisa dizer a Temer que nem a Lava Jato conseguiu isolar o ex-presidente, quanto mais um presidente sem aceitação popular.

Uma frente idealizada e mantida por Michel Temer não conseguiria mais do que “queimar” os nomes cogitados para receber apoio da mesma, para presidente, no caso o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB). A matéria do site da Veja diz que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), pode ser o escolhido, mas precisa se reaproximar do PMDB e de Temer.

A estratégia de Temer já nasce com a arma do suicídio, quando defende que quem vier a ser o escolhido candidato terá de defender a gestão Temer, iniciada em 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff. O
Planalto avalia que os índices econômicos estarão mais favoráveis no próximo ano e que o governo terá um capital eleitoral positivo. É muita ilusão.

Semáforo

Está em pleno funcionamento o semáforo instalado no final do conjunto Saci, entre um terminal de ônibus, uma farmácia, uma padaria e um posto de gasolina. Foram também avivadas as faixas de pedestre. Olhando-se a fisionomia de cada condutor, no momento em que o sinal fecha, percebe-se a impaciência de cada um. É que antes todo mundo passava “chutado”, usando a Avenida Maranhão apenas para encurtar a distância, mas sem respeitar os moradores.

Candidato a presidente da OAB


Escreveu a pianista Carla Ramos, no facebook: “Em 2018..o advogado MAG SAY SAY, professor de direito, ex- administrador dos sistema penitenciário do estado no governo Wilson Martins lança seu nome em
primeira mão para a presidência da entidade..ele tem tradição jurídica na família..é filho do ilustre professor Joaquim Feitosa e irmão do advogado e procurador Tranvanvan Feitosa..Conhecimento, sabedoria,
capacidade e coragem ele tem de sobra..Vamos torcer!! na foto ao lado do advogado tributarista Renzo Ramos e do jornalista e bacharel em direito Telsírio Alencar...!!!!!!!

Democracia ou censura?

Suponhamos que o texto abaixo tivesse sido publicado por um veículo do Globo ou outro que  não tivesse  compromisso com a esquerda. Seria logo chamado  de censura. Mas como se trata do portal brasil247,
trata-se de  medida de respeito aos leitores e assinantes: “o debate de ideias é muito bem-vindo, mas todo e qualquer comentário ofensivo será imediatamente apagado; usuários reincidentes em agressões serão também proibidos de postar novos comentários e terão postagens anteriores apagadas na plataforma Disqus; a medida é tomada em respeito aos leitores e assinantes do 247  e também em defesa da
democracia”.

Novos milionários

Em sua edição do último domingo a revista Veja trouxe uma matéria sobre os novos ricos do Brasil, os advogados dos bandidos que respondem processos na Lava Jato. Um deles fuma um charuto de R$ 350
reais a unidade. As perguntas que se faz são as seguinte: quanto o ex-presidente Lula estaria gastando com advogados, de onde vem o dinheiro (ele diz que é pobre) e por que ele não recorreu à defensoria
pública? Uma coisa é certa: tudo o que os bandidos de estimação estão gastando saiu do bolso da população.

Gasolina mais cara

Está previsto para esta semana mais um aumento no preço da gasolina. A Petrobras vai acrescentar 1,8% nas refinarias a partir desta terça-feira (28); na semana passada, a estatal já havia elevado o preço da gasolina em 7% em apenas dois dias. Tais aumentos se chocam com o discurso do presidente Temer, que insiste em afirmar que tudo vai bem com a economia. Como ainda estamos no mês de novembro, não será surpresa se o governo fizer mais um ou dois reajustes, como presentes de Natal

Paradas de ônibus

Quem acompanhou o governo Alberto Silva deve estar lembrado da defesa que o governante fazia do ar refrigerado nas paradas de ônibus. O tema de arma para a oposição, que considerava a proposta um absurdo. Já o prefeito Firmino Filho, sem qualquer alarde, construiu verdadeiros apartamentos, embora dificultando o trânsito nas principais avenidas.

Comparando-se os luxuosos terminais com a sucateada frota de ônibus chega-se a uma conclusão: a desigualdade é muito grande, sem contar que muitos dos terminais foram concluídos e não entraram em uso. Já estão precisando de reforma na pintura, servindo de “quadros” para os pichadores.

A desistência de Huck

A desistência de Luciano Huck à candidatura para presidente da república repercutiu nacionalmente, como se o país perdesse com isso e seus “redutos” eleitorais viessem a causar disputa entre os demais
candidatos. Disse o apresentador sobre sua desistência: “Quem se interessa pelo que sou e faço pode acreditar: vou atuar cada vez mais, sempre de acordo com minhas crenças, em especial com a fé enorme que tenho neste país. Contem comigo. Mas não como candidato a presidente”, Na semana passada, Huck apareceu em pesquisa do instituto Ipsos como aquele com a conduta pública mais bem aprovada entre 23 nomes do país, com 60% de apoio popular ao seu trabalho.

O humor de cada dia

Um menino chega à sua casa e confessa a mãe:

— Acabei de quebrar o abajur do apartamento do meu amigo.

— Como você fez isso?

— A gente estava jogando futebol dentro da sala e, sem querer, eu
chutei a bola com muita força em cima do abajur.

A mãe olha com cara de desapontada e diz:

— Vou ligar para a mãe do seu amigo e perguntar como era o abajur.

— Você quer comprar um igual?

Dê sua opinião: