5000onon

Presidente do STF dá respaldo a colega da PGR

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, declarou que não havia nenhuma possibilidade de recuo do presidente Michel Temer no decreto de indulto de natal, salvo ordem judicial do Supremo Tribunal Federal.
Pois foi exatamente o que aconteceu. A ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, suspendeu na última quinta-feira trechos do tal decreto.

O badalado decreto presidencial permitira a concessão do benefício a presos não reincidentes que tenham cumprido apenas 1/5 da pena em crimes sem violência, o que inclui práticas como corrupção e lavagem de dinheiro. Até o ano passado, era preciso que o detento tivesse ficado na prisão ao menos 1/4 do tempo estabelecido na sentença.

São duas mulheres atuando de forma corajosa, sem medo de declarações autoritárias de membros do governo. A decisão de Carmem Lucia atendeu a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e foi concedida em caráter liminar (provisória) pela presidente, responsável pelo plantão – o STF está de recesso até o início de fevereiro.

Segundo noticiou amplamente a grande mídia nacional, Dodge alegou que a medida de Temer coloca em risco a Operação Lava Jato, “materializa o comportamento de que o crime compensa” e será “causa única e precípua de impunidade de crimes graves”. Para a procuradora, a norma fere a Constituição Federal, ao prever a possibilidade de livrar o acusado de penas patrimoniais e não apenas das relativas à prisão, além de permitir a paralisação de processos e recursos em andamento.

Ponto garantido

A declaração do secretário de Administração, Franzé Silva, de que o servidor público que deixar de comparecer ao trabalho nesta sexta-feira (29) não terá o ponto cortado, equivale a um ponto
facultativo. É claro que o secretário espera a compreensão dos servidores, de modo que os serviços públicos não sofram solução de continuidade. Se a vontade do servidor era prolongar o feriado, ele
agora já pode arrumar as malas e abastecer o carro para uma viagem ao interior ou ao litoral.

Passagem mais cara

O ano novo trará reajuste nas passagens de ônibus urbanos, para vigorar já no mês de janeiro. O Conselho de Transporte Coletivo de Teresina se reuniu na última quinta-feira, para decidir técnico do reajuste, o qual será passado ao prefeito Firmino Filho. O valor não é nada leve (R$ 3,71) para a tarifa integral e R$ 1,18 para a passagem estudantil. Resta saber se o prefeito aprovará o valor estipulado.
Pelo menos em relação aos estudantes haverá questionamentos.

Nota de esclarecimento

Sob o título acima escreveu Sidney Santos, no facebook: “Informamos aos amigos da imprensa esportiva piauiense bem como a toda sociedade que a FUNDESPI *não se negou* a conceder transporte para o River. O que houve foi que a empresa contratada pelo órgão está sem capacidade financeira de executar o serviço e só faria caso a Fundação realizasse o pagamento antecipado. Como o sistema de pagamento do Governo do Estado está fechado e só reabre no próximo ano a concessão do benefício foi inviabilizada. Fato que foi comprovado pelo presidente do River em reunião com o presidente da FUNDESPI, Paulo Martins e o responsável pela empresa na tarde desta quarta-feira (27).

MST não pode acampar

Segundo noticiou o portal brasil247, a mobilização do MST em defesa do ex-presidente Lula, programada para o julgamento do dia 24 de janeiro sofreu um revés nesta quinta-feira 28; decisão assinada pelo juiz
Osório Avila Neto proíbe acampamento dos sem terra em Porto Alegre nas proximidades do TRF-4, onde três desembargadores julgarão Lula em segunda instância; manifesto com mais de 80 mil assinaturas aponta abusos do Judiciário com a finalidade de excluir Lula – líder em todas as pesquisas – da disputa presidencial de 2018.

Praça abandonada

Os moradores do conjunto Saci trocaram a praça das palmeiras pelo Parentão, um espaço de lazer mais amplo e que fica próximo ao conjunto. O principal motivo da troca foi a falta de segurança na
praça, onde pessoas drogadas fazem ponto , apesar de haver uma delegacia de polícia bem próxima. Os equipamentos para exercícios físicos estão praticamente sem uso. O parentão é cercado,  conta com
seguranças e possui os mesmos equipamentos para exercícios físicos, além das quadras esportivas.

Gasolina mais cara

A Petrobras não esperou a entrada do ano, preferindo anunciar um novo reajuste para os combustíveis, com aumento de 1,1% no preço do diesel nas refinarias e de 1,7% para a gasolina. Os novos valores valem a partir desta sexta-feira, (29). A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores. Enquanto isso, o consumidor não tem a quem recorrer.

Pizzolato em liberdade

O Partido dos Trabalhadores tem o que comemorar neste final de ano. Um de seus homens fortes, Henrique PIzzolato, acaba de obter livramento condicional, por decisão do ministro Roberto Barroso, do STF. Para permanecer em liberdade, Pizzolato terá que cumprir regras estabelecidas pela Justiça. Ele foi condenado  no processo do mensalão do PT após ter sido diretor de marketing do Banco do Brasil. Sua
condenação foi pelos crimes de formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro. Ele chegou a fugir do Brasil em 2013, para não ser preso.

O humor de cada dia

O sujeito está saindo do seu apartamento com uma mala e cruza com o vizinho, que pergunta:
- Onde você vai com essa mala,
Alberto? Tá se mudando?
– Ah, a minha sogra tá me enchendo o saco! Pra você ter uma idéia hoje
ela me xingou de vagabundo, inútil, preguiçoso, insensível, cretino,
fracassado… Ah, cansei!
– O quê? Que velha folgada! Se eu fosse você, matava ela, cortava em
quatro pedaços e jogava no rio!
– E o que você acha que eu tô levando dentro da mala?

Dê sua opinião: