5000onon

Prefeitura ignora prédio abandonado no Saci

A praça das palmeiras, no conjunto Saci, ostenta um pequeno prédio abandonado há mais ou menos 10 anos, sem que a população tenha feito qualquer reclamação e sem que nenhum prefeito da cidade, durante todo esse tempo, dele tivesse conhecimento. A imundície é tão grande que nem bandidos e nem mendigos usam a miserável estrutura como abrigo.

O pequeno prédio foi inaugurado junto com a praça, como local de diversão noturna. Na parte térrea funcionava um bar, mas a clientela se sentava na parte superior, devidamente estruturada com mesas e cadeiras, dando a todos o prazer de uma boa ventilação e vista livre para a própria praça.

Não se sabe ao certo quanto tempo durou o funcionamento do outrora agradável espaço público, mas o fato é que sua serventia foi muito curta. Hoje, ainda são conservadas as grades de ferro das portas e janelas. Os dois aparelhos sanitários, no lado do poente, estão lá de portas abertas, exalando mau cheiro, pois ainda tem gente que neles faz suas necessidades fisiológicas.

A última benfeitoria feita na praça do Saci é uma academia de musculação, construída na gestão do prefeito Elmano Ferrer, mas muita gente já deixou de utilizá-la, temendo assaltos. O mau cheiro proveniente do prédio abandonado também afasta os moradores dos aparelhos da academia.

Crise nos municípios

Os dados são alarmantes, mas devem ser verdadeiros. A crise financeira vivida pelo país já levou 90% dos municípios piauienses a demitirem funcionários. O presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), prefeito Gil Carlos Modesto (PT) confirmou o fato. O que se questiona é se não existem outras maneiras de conter gastos. É preciso também que se saiba se os servidores demitidos são aqueles que pouca falta fazem ao serviço público.

PT perde força na esquerda

O fato político mais importante deste fim de semana foi o lançamento da pré-candidatura de Manuela D'Ávila, pelo PCdoB, o que indica que as forças progressistas poderão se fragmentar em 2018; a novidade ocorre no exato momento em que o PT tenta ampliar seu leque de alianças, negociando, inclusive, com políticos do PMDB. As considerações acima estão no portal de esquerda brasil247, que mesmo sendo cabo eleitoral de lula não consegue ocultar a verdade.

A fé do jornalista

Escreveu o jornalista Cláudio Barros, no facebook:”TENHA FÉ, MAS NÃO ME PEÇA A MESMA COISA!
Admiro fé a as coisas boas que ela é capaz de produzir. Porém, sou um cético militante. Se a maioria se esforça para acreditar no sobrenatural e no divino, no místico e no esotérico, nos mitos, lendas e afins, trafego na contramão disso. Por isso, se não for pedir demais, parem de me mandar correntes disso e daquilo outro.
Se é para eu crer, que essa fé seja recôndita como meu coração.

FHC desce do muro

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso parece ter se cansado de ficar em cima do muro, daí ter assinado um artigo no jornal O Globo do último domingo, defendendo o desembarque do PSDB do governo em dezembro. O texto foi visto como uma espécie de ultimato aos tucanos, num momento em que o presidente Michel Temer se esforça para manter os ministérios da chamada “ala Jaburu”. No ninho tucano, a percepção é de que Fernando Henrique decidiu sair do muro e apoiar explicitamente as teses defendidas pelo senador Tasso Jereissati.

Meio ambiente

No dia 14 de agosto último o portal cidadeverde.com publicou matéria enaltecendo a atuação da então recém-criada Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente. Dizia o texto: “no primeiro final de semana de atuação, a recém-inaugurada Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente realizou a apreensão de 16 ‘paredões’ de som em Teresina. Os veículos onde os equipamentos estavam instalados foram apreendidos e estão à disposição da Justiça, para a definição de multas a serem pagas pelos responsáveis dos paredões”. Hoje, a situação é a mesma ou pior, e a Delegacia parece não mais existir.

Governo quebrado

É quase certo que o governo não pagará a segunda metade do 13º salário dos servidores estaduais. O superintendente do Tesouro, Emílio Júnior, afirmou que ainda não há garantias de quando será quitada a dívida. Ele menciona como luz no fim do túnel a aprovação do Refis para levantar recursos através do parcelamento de dívidas dos contribuintes. Acontece que o projeto do Refis só entra em vigor no próximo ano e a segunda metade do 13º teria que ser paga até o dia 20 de dezembro.

Negociação

Ninguém tem dúvidas de que o governador Wellington Dias é um grande negociador político. Ele já deu várias provas disso. Resta saber se ele obterá êxito na conversa marcada para o final da tarde desta segunda-feira (6) com o deputado Júlio Arcoverde, presidente estadual do PP. O distanciamento entre Arcoverde e Wellington Dias ocorreu quando da votação do projeto que aumentou os impostos. Quem festejou o distanciamento foi o líder da oposição, deputado Robert Rios, que viu surgir condições regimentais para pedidos de CPIs. Arcoverde elevou para dez o número de membros da oposição na Assembleia.

O humor de cada dia

O cara chegou em um bar, pediu uma cachaça que ele mesmo derramou, pedindo outra em seguida, que bebeu tranquilamente e pagou as duas. No dia seguinte fez a mesma coisa. O dono da quitanda perguntou se ele tinha encontrado alguma mosca ou cisco no copo, mas ele disse que não.

- E porque você derramou a primeira dose, dois dias seguidos?, indagou o comerciante.

- O problema é que eu estou fazendo um tratamento para deixar de beber e o médico disse que eu só preciso evitar a primeira.

Dê sua opinião: