5000onon

Não erre mais daqui pra frente, adverte o TCE

De tanto assistir aos debates sobre o empréstimo da Caixa Econômica Federal ao Governo do Estado, lembrei das advertências que os pais costumam fazer aos seus filhos, quando eles cometem atos proibidos fora de casa: “desta vez você vai ser perdoado, mas não cometa mais esse ato, porque se não vai apanhar”.

É a própria bancada do governo na Assembleia que me leva a fazer essa comparação, pois ela destaca a advertência do conselheiro Kennedy Barros em seu parecer, de que após a liberação da segunda parcela do empréstimo, a mesma não poderá mais ser depositada na conta única do Estado.

Ninguém precisa ser uma sumidade para análise de assuntos dessa natureza. Qualquer pessoa sabe que a exigência para que recursos de empréstimos sejam depositados em conta vinculada é para que o órgão financiador saiba para que fins serão feitos os saques.

Quando um casal abre uma conta conjunta, em qualquer banco, no dia em que um dos cônjuges fizer uma retirada para gastar com adultério será descoberto e desmoralizado. Não pode o cônjuge sacar dinheiro de sua conta conjunta para gastar de forma secreta.

Assim, quando o Tribunal de Contas do Estado recomenda (ou adverte?) que a segunda parcela do empréstimo não seja mais depositada na conta única do Estado, está agindo como o pai que perdoou o filho belo erro que ele praticou na rua. O governo não diz porque levou o dinheiro do empréstimo para a conta única, porque seria confessar um erro premeditado.

Ministros surpreendem

Faz todo sentido aquela estória de que “bumbum” de criança e cabeça de juiz tem sempre uma surpresa. Isso ficou provado agora, com os votos dos ministros Lawandoswki e Gilmar Mendes contra o recurso que pedia a liberdade do ex-presidente Lula. Isso era tudo o que o PT não esperava. Espera-se que o partido saiba se comportar diante dos votos inesperados e que não venha a chamar a Justiça de golpista. O resultado da votação, contudo, não fez o PT mudar o discurso de que Lula será candidato a presidente.

Uber volta ao debate

A Câmara aprovou uma audiência pública para que as minutas de propostas sobre o Uber sejam discutidas, concluídas e apaziguadas. A audiência deve contar com a presença de representantes da Strans, Uber, Taxi e usuários dos meios de transporte. O proponente da discussão, vereador Dudu, afirma que não é contra o aplicativo, mas que se não for regulamentado ele acaba não sendo viável. Os vereadores retomam, portanto, uma discussão que estava parada. O que tem preocupado os usuários de transportes é o sistema de integração dos ônibus

Regularização do título eleitoral

O país formou as maiores filas dos últimos anos, por conta da regularização do título eleitoral, cujo prazo terminou na última quarta-feira (9). Matéria publicada no portal G1 mostrou filas quilométricas no Recife. Em Teresina não foi diferente. A TV Clube publicou imagens de filas ocupando três quarteirões das ruas 24 de Janeiro, Eliseu Martins e Sete de Setembro. Curiosamente, não havia pré-candidatos distribuindo merenda. Eles preferem desobedecer a legislação fazendo “comícios” nos programas de TV.

Toni ironiza comitiva

Escreveu o jornalista Toni Rodrigues, no facebook: “Empréstimo? Para que empréstimo? O Piauí não precisa disso. Aqui no facebook não há crise. Aliás, crise por aqui só mesmo de risos. Basta olhar a foto dessas 5 dignas senhoras sorrindo na Suíça. Afinal de contas, viajar para Suíça em classe executiva, se hospedar em hotel 5 estrelas, receber diária em dólares é para poucos (no caso da foto: poucas). E sabe o melhor de tudo isso? Quem pagou essa viagem foi você que talendo essa mensagem”! Obs: a foto publicada pelo jornalista é da vice-governadora Margarete Coelho e quatro outras senhores que com ele viajaram.

Pioneira agora é FM

Publicou o radialista Zé Lula, no facebook: “parabéns ao Padre Toni Batista pela migração da Rádio Pioneira de Teresina. Depois de 54 anos operando em ondas tropicais e médias, agora a emissora católica opera exclusivamente em FM na freqüência 88,7. Na festa de lançamento da Pioneira na terça (08/05/2018), reencontramos velhos companheiros do radio como na foto, onde estão Eu, Buim, Galego, Salomão, Herbert, Dídimo e Pedro Ribeiro. É um pedaço da tradicional equipe de esportiva “Titulares do Esporte no Rádio”. Eu faço parte deste time, desde 1985. Graças a Deus”!

Prédio pichado

Parei em frente ao prédio abandonado do antigo INPS, na praça João Luís Ferreira, para ver se avistava o jornalista Efrém Ribeiro (ele disse que ia ficar 15 minutos, diariamente, debaixo “monstrengo”), mas não apareceu. O que me chamou a atenção foi a pichação feita há alum tempo, do primeiro ao último andar. Um vendedor instalado na praça me explicou que a pichação foi feita quando as portas do prédio viviam abertas. Tive que me conformar. De outra forma não seria possível. Os pichadores foram até o último andar pelas escadas.

Ironia do Dr. Hélio

O deputado Dr. Hélio, que integrou a comitiva dos 20 deputados da base governista ao Tribunal de Contas do Estado na manhã desta quinta-feira (10), disse que os colegas da oposição batem ponto, todos os dias, naquele corte de contas, chegando a atrapalhar o trabalho dos funcionários. Em aparte, o deputado Rubem Martins disse que o TCE é um órgão auxiliar da Assembleia, e que em a obrigação de acolher as visitas dos deputados, de governo ou de oposição. Foi aí que o Dr. Hélio se justificou, dizendo que apenas fez uma brincadeira

O humor de cada dia

Numa pequena cidade do interior, numa praça em enfrente à igreja, havia dois engraxates, sendo um deles mudo, quando apareceu um novo cliente de fora, querendo engraxasse seu sapato. Enquanto o engraxate caprichava com a flanela, o cliente lia um jornal. Em dado momento o mudo se levantou fazendo um barulho, huf,huf,huf, o que se repetiu várias vezes. Preocupado com aquilo, o cliente perguntou ao outro engraxate se o colega dele era maluco, quando ele explicou: “ele não é maluco. É apenas mudo. Mas se você “peidar” mais uma vez ele será capaz de falar.

Dê sua opinião: