5000onon

Moro foi rápido em sua ordem de prisão a Lula

Resultado de imagem para Sergio Moro e Lula   
 Juíz Sérgio Moro e Lula (Foto: Reprodução/ Montagem )

Ninguém jamais imaginou que o juiz Sérgio Moro viesse a ordenar a prisão de Lula a menos de 24 horas da negação, pelo Supremo Tribunal Federal, ao pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do  ex-presidente. Como a ordem foi para que Lula se apresentasse até às 17 horas do dia seguinte, os movimentos de apoio ao condenado tiveram que se mobilizar com rapidez, para uma manifestação em São Bernardo do Campo, para onde Lula se deslocou imediatamente.

Até o início da noite de ontem (5) os preparativos eram para que Lula deixasse de se apresentar em Curitiba, descumprindo assim a determinação do juiz Sérgio Moro. Todas as manifestações de apoio ao ex-presidente eram no sentido da resistência à ordem de prisão, exceto o vereador de São Paulo, Eduardo Suplicy, que surpreendentemente se ofereceu para ficar preso ao lado de Lula.

A manifestação mais clara de resistência à ordem de prisão do ex-presidente partiu do líder do MST e peresidenciável do PSOL, Guilherme Boulos."Todos para São Bernardo do Campo! É neste momento a trincheira de resistência democrática", disse ele pelo Twitter; "Não assistiremos passivamente. Haverá resistência democrática!", disse Boulos.

As principais manchetes sobre a prisão de Lula foram as seguintes:”Moro manda prender, sem provas, o maior  presidente da história do Brasil (brasil247); Lula tem até as 7h de amanhã para se entregar, ordena Moro (Folha); Lula tem prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro (Veja); Moro ordena que Lula se entregue até 7h de amanhã (G1); Moro ordena que Lula se apresente à PF até amanhã (Estadão).

Drama de um cantor

Enquanto o Brasil acompanha o drama de um líder político popular, o ex-presidente Lula, outro líder, no caso o cantor e compositor João Gilberto, padece eu seu isolamento, com idade avançada e sem saúde. O filho mais velho de João Gilberto, João Marcelo Gilberto, publicou um texto no Facebook na última quinta-feira, lamentando a presença de “abutres” em torno do cantor, uma alusão à ex-companheira de seu pai, Claudia Faissol, a quem a família acusa de manipulá-lo.

Direitos da mulher

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Assembleia terá reunião conjunta com a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), na próxima terça-feira (10). Na pauta estão as mensagens do Governo do Estado que criam o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio no Piauí, que deve ser comemorado no dia 27 de maio, e a que cria o Departamento Estadual de Proteção à Mulher, unidade de execução da Polícia Civil diretamente subordinada ao gabinete do delegado-geral.

Servidores da Antares

O deputado Nerinho (PTB) destacou a presença no Palácio Petrônio Portela, de uma comissão de servidores efetivos da Fundação Antares que foram pedir ajuda dos parlamentares para aprovação do Plano de Cargos Carreira e Salários, uma reivindicação antiga da categoria. Nerinho ressaltou que os servidores aguardam pelo Plano de Cargos há mais de 20 anos e que por isso estava solicitando ao líder do Governo na Assembleia, deputado Francisco Lima, que solicite ao secretário de Governo, Merlong Solano, que encaminhe o PCCS em regime de urgência.

AL distante do PT

A Assembleia Legislativa tem se mantido distante dos problemas enfrentados pelo PT em nível nacional, desde os atentados sofridos pela caravana do ex-presidente Lula no sul do país. A substituição dos suplentes pelos titulares criou um vácuo no plenário que se tornou ainda maior com a não realização de sessão na última quinta-feira. Se não estivesse viajando pelo exterior, o deputado Robert Rios teria provocado uma discussão sobre o julgamento do habeas corpus em favor de Lula.

Requião acusa Moro

Em sessão do Senado na manhã desta sexta-feira (06) o senador Roberto Requião prometeu ir pessoalmente levar sua solidariedade ao ex-presidente Lula no ABC Paulista. Em seu discurso o senador acusou o juiz Sérgio Moro de não ter esperado a publicação do acórdão do STF que negou o habeas corpus a Lula. Outra acusação foi de que o juiz estaria a serviços dos Estados Unidos, por ele estar indo proferir palestras de 15 em 15 dias.

 Bandidos não dão trégua

Enquanto o Brasil pára acompanhando o desenrolar da prisão do ex-presidente Lula, bandidos atacam duas agências bancárias ( BB e Bradesco) e a agência dos Correios na cidade de Simplício Mendes. O coordenador-geral de operações da PM-PI, coronel Márcio Oliveira, informou que os suspeitos dispararam várias vezes contra a sede da Polícia Militar na cidade, mas que não houve feridos. Os bandidos usaram fuzis, mas a policia conseguiu evitar o roubo às agências, que apenas tiveram as portas arrombadas.

Mulheres corajosas

As mulheres são sempre mais corajosas que os homens neste momento delicado da vida política do Brasil. Primeiro, no caso Lula, as ministras Rosa Weber e Carmem Lúcia superaram os “veste-calça” do STF.

No Piauí, onde a representação política do PT na Assembleia se manteve em silencio, foi uma mulher, no caso a senadora Regina Souza, que sugeriu que Lula não se entregue à Polícia Federal. Ela acha que Lula estaria confessando culpa se aceitasse ser preso.

O humor de cada dia

Caipira montou uma moageira de sal de fundo de quintal, dando o seguinte título ao produto: “Sal Agosto”. Quando mandou fazer as embalagens ele recebeu sugestão do dono da gráfica para que o sal se chamasse “Setembro”, pois agosto é tido como o mês do azar, das tragédias. O caipira explicou que teria que ser “Agosto”, pois ele pretendia ganhar uma propaganda de graça no programa da Ana Maria Braga, na TV Globo. O dono da gráfica duvidou e o caipira explicou: “Toda vez que a apresentadora vai ensinar suas receitas de bolo ela diz: “use sal a gosto”. É aí que entra o meu produto, disse ele, sorrindo.

Dê sua opinião: