5000onon

Lula poderá deixar de gastar com advogados

Resultado de imagem para fotos de Lula 
 Ex-presidente Lula (Foto: Reprodução)

O  ex-presidente Lula está diante de uma boa oportunidade para não mais ter despesa com advogado nos muitos processos a que responde. A
Associação de Criminalistas do Rio Grande do Sul tomou as dores porele sobre declaração da presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmem
Lúcia, de que o STF se “apequenaria” caso voltasse a debater a prisão após condenação em segunda instância.

A entidade pede, através de medida cautelar, garantias claras e formais sobre se o STF considera ou não que possa haver prisão após
condenação em segunda instância. Pelo destaque que a matéria ganhou no portal brasil247, percebe-se que a esquerda agora irá bem longe em
seus questionamentos. Ainda bem que se trata de uma associação de criminalistas, diferentemente do MST.

Muita gente se pergunta, na rua e nas redes sociais: quanto o ex-presidente Lula estaria gastando com advogados e de onde estaria
saindo o dinheiro, já que a imagem que ele passa para a opinião pública é de um pobre coitado, sem patrimônio e vivendo de uma pensão
deixada pela saudosa esposa. Ganhar a adesão de uma associação de criminalistas não é para qualquer um.

A presidente do Supremo certamente terá a solidariedade de seus colegas e não irá a confronto com os criminalistas. Com a experiência
que tem na carreira, ela saberá enfrentar esse tipo de situação, até porque advogados de pessoas pobres como o ex-presidente Lula precisam
ser compreendidos.

Candidato provisório

O prefeito Firmino Filho transformou a candidatura do deputado Luciano Nunes ao governo em brincadeira de papel, ao afirmar que se resolver
disputar o cargo o colega deputado não será candidato. A essas alturas, quem tinha simpatia pelo nome de Luciano poderá escolher
outro nome que também não seja o do prefeito. PSDB tem uma situação pior: o presidente da Câmara, Jeová Alencar, pertence ao partido mas
vota em Wellington Dias.

Petistas em festa


Os petistas estão em festa, depois que TSE determinou a intimação da Globo, dos apresentadores Fausto Silva, o Faustão, e de Luciano Huck
para se manifestarem diante da representação feita pela Bancada do PT no Congresso, pelos líderes Lindbergh Farias e Paulo Pimenta, por
campanha eleitoral antecipada. A representação foi protocolada no dia 8 de janeiro e o despacho é do ministro corregedor do TSE, Napoleão
Nunes Maia Filho.

Ladrão oportunista

Quando se pensava que do atropelamento que matou a recepcionista Cristiane restasse apenas a dor da família e o inquérito que apura a
culpa do motorista atropelador, eis que surge um fato revoltante. Imagens de vídeo em poder da polícia mostram um bandido furtando um
objeto da vítima, no momento em que ela estava estirada no chão. A polícia precisa identificar esse bandido, para que os meios de
comunicação mostrem a cara dele para o mundo, ao vivo e a cores.

Assaltante leva azar

A recomendação das autoridades àqueles que por ventura (ou desventura?) venham a sofrer um assalto é para que não reajam. Mas não
foi o que aconteceu em Luís Correia, na noite da última quarta-feira. Um homem identificado como Leonardo dos Santos, de 21 anos, tentou
roubar um comércio, cujo proprietário reagiu e, com a ajuda de populares, o amarrou e entregou para a polícia. O indivíduo, conhecido
como “Cabeça de Ovo”, teve que ser levado a um hospital, devido aos “sopapos” que levou. Apesar do êxito obtido pelo dono do comércio, não
é recomendável que as vítimas de assaltos reajam, embora essa recomendação seja uma forma de as autoridades empurrarem o problema
com a barriga. O conselho devia ter sido provisório.


Dudu entra na briga

O vereador Dudu (PT) não se conteve e se colocou entre o prefeito Firmino Filho e o presidente da Câmara, Jeová Alencar. Ele disse que
renuncia ao mandato se o prefeito provar que a Câmara, em algum momento da atual gestão, deixou de aprovar alguma matéria do
executivo. Sobre a eleição do atual presidente, ele disse que ela foi administrativa. Dudu tem razões políticas para defender o presidente
da Câmara, pois ele, mesmo pertencendo ao PSDB, declara abertamente que seu voto é do governador Wellington Dias, incondicionalmente.


Questionário sobre o celular


O portal G1 colocou um questionário interessante para quem usa celular:

1-Quantas vezes você pega o celular para checar mensagens por dia?

2 – Com quantos grupos de amigos, familiares e colegas de trabalho
conversa diariamente?

3 – Qual é a sua tolerância na espera para receber uma respostas?

4 - As mensagens acumuladas esperando resposta no seu celular te
deixam angustiado? O site encerra a matéria afirmando que
especialistas afirmam que ficar o tempo todo de plantão no celular
gera estresse, que pode desencadear quadros como depressão e
ansiedade.

Curitiba e Parnaíba

Júlio Rusch, jogador do Curitiba, jogará em Teresina, no próximo dia sete, contra o Parnaíba. Ele é aquele que mandou o Piau à PQP, mas nem
por isso merece ser vaiado quando entrar em campo. O piauiense não pode perder sua elegância. Se alguém não se contiver, que não sejam
usadas as iniciais PQP, mas sim FQC (fruta que caiu). A resposta ao Júlio deve ser dada pelos jogadores do Parnaíba, vencendo a partida.
Saindo vitorioso, o Parnaíba terá dado a resposta que o atleta curitibano merece.

O humor de cada dia

Homem desempregado chega numa fazenda e conta sua situação, de modo a
sensibilizar o proprietário. Em, instantes ele ganhou hospedagem e
refeição. A possibilidade de conseguir emprego ficou para o dia
seguinte.

Logo após o café da manhã, o dono da fazenda fez um teste com o
desempregado. Pediu que ele montasse no cavalo da fazenda e desse uma
queda em um boi que estava deitado no capim do terreiro. Cumprida a
missão ele ganharia o boi.

Mais que depressa, o sujeito espanta o boi e dá-lhe uma queda. O bicho
se levanta e ele dá-lhe outra queda, retornando em seguida à presença
do “patrão”.

- Você perdeu a aposta, pois eu lhe pedi que desse uma queda no boi e
você deu duas.

- Eu dei uma queda para ganhar o boi. Na segunda queda ele já era meu. 

Dê sua opinião: