Lula não controla a ira dos aliados

Resultado de imagem para Foto de Lula 
 Ex-presidente Lula (Foto: Reprodução)

Ao pedir habeas corpus preventivo junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) o ex-presidente Lula reconhece publicamente que poderá
ser preso a qualquer momento. Ele não fez como antes do julgamento, quando sabia que seria condenado, mas não deixou transparecer para a
sua torcida. Ele revelou sua crença somente após o julgamento, no primeiro discurso que proferiu.

Mas o ex-presidente está cometendo um erro, ao permitir que seus seguidores fiquem o tempo todo buscando o confronto com o Judiciário,
se bem que o confronto sempre foi uma característica do próprio Lula. Mas ele bem que poderia ser mais humilde, reconhecendo que não tem
nada de mais importante em relação aos companheiros que estão presos.

Vejamos como se comporta a mídia lulista, tomando por base apenas o noticiário do portal brasil247, que destacou os seguintes títulos:
“Lindbergh: apequenar STF é aceitar intimidação de instâncias inferiores”; “Kennedy Alencar: STF se apequenou faz tempo”; “Damous:
“o que apequenou o STF foi conivência com o golpe”; “Globo manda STF recuar na segunda instância”

Com títulos menos destacados, o brasil247 publica ainda matérias ofensivas ao STF, como esta que segue: “Líder do MTST e da frente Povo
Sem Medo, Guilherme Boulos rebateu nesta terça-feira, 30, a presidente do STF, ministra Carmén Lúcia, que disse que o STF iria "se apequenar" caso
rediscutisse a prisão em segunda instância após a condenação o ex-presidente ser condenado pelo TRF-4; "Ministra Carmen Lucia,
'apequenar' o STF é se omitir diante de uma condenação sem provas e com evidente viés político", escreveu Boulos em sua página no
Twitter”.

Margarete e a sucessão

Primeiro foi a declaração do presidente do Progressistas, deputado Júlio Arcoverde, de que o seu partido não abrirá mão do cargo de vice
na chapa de Wellington Dias. Em seguida vem a atual vice, Margarete Coelho, menos explícita, mas de certa forma demonstrando interesse em
permanecer na chapa. Ela se diz não ameaçada e confiante no governador. Explica que conquistou o cargo com trabalho e não com
conchavos políticos.

O “quadrado” da Strans

Passageiros de um ônibus do Saci ficaram surpresos com uma manobra no cruzamento da Gil Martins com a Barão de Gurgueia. O ônibus ia do
centro para o conjunto, mas não dobrou à esquerda na Barão. Seguiu em frente, fez um quadrado, retornou à Barão e só aí seguiu em frente.
Passageiros que já tinham passado pela mesma manobra informaram que agora será assim. Foi a Strans que determinou, alegando necessidade de
maior fluidez do trânsito, não se sabe como, pois com a manobra os ônibus obedecem duas vezes a um mesmo semáforo.

Substituto de Abreu

O mundo político está ansioso para saber quem são os dois nomes apresentados ao governador Wellington Dias pelo secretário de
Segurança, Fábio Abreu, para que um seja seu substituto na Segurança. O secretário pretende deixar a secretaria antes do prazo, a fim de
concorrer à reeleição de deputado federal. Ele pretende deixar o PTB e se filiar ao PR. Quando a Assembleia voltar a se reunir pode ser que
vazem os dois nomes. Deputados sabem de tudo.

Cocaína no avião

A população só fica sabendo a força da droga quando acontece uma apreensão como a que revelou uma carga de cocaína avaliada em R$ 10
milhões, no município de Barreiras do Piauí. Foram presos o piloto e o suposto dono da droga e da aeronave, que voava com destino ao
Maranhão. O secretário de Segurança, Fábio Abreu, solicitou ao governo do estado que a aeronave seja disponibilizada para o uso da polícia na
segurança do estado.

Negado habeas corpus a Lula

A decisão sobre o pedido de habeas corpus preventivo em favor do ex-presidente Lula saiu mais rápido do que esperavam os impetrantes. O
STJ negou o pedido. Por outro lado, o TRF4 divulgou o acórdão do julgamento do dia 24, dando  à defesa apenas 12 dias para apresentar
seus embargos declaratórios; além disso, diante dos rumores de eventual prisão de Lula, os advogados do ex-presidente já haviam
impetrado o habeas corpus preventivo.

Ganhando presentes


Escreveu o jornalista Efrém Ribeiro, no facebook: “O jornalista e estudante de Direito Lucas Pereira viajou com sua noiva, a
fisioterapeuta Luciana Hipólito, para Portugal e Inglaterra. Trouxe e me deu de presente 100 chás ingleses, em uma caixa linda,
decorada com as cabines telefônicas e a bandeira da Inglaterra. Nas viagens internacionais que ele faz sempre me dá um presente, já me deu
uma xícara da Argentina e um casaco típico do Chile. Muito obrigado, doutor Lucas Pereira por sua gentileza e bondade”.

Jornalismo impresso

Levantamento feito pelo site Poder 360 mostra que os 11 principais jornais diários do Brasil registraram entre 2015 a 2017, redução na
circulação média diária impressa de 520 mil exemplares; em dezembro de 2014, a tiragem impressa total desses 11 diários era de 1.256.322
exemplares em média por dia; em dezembro de 2017, o número havia caído para 736.346 – o equivalente a uma redução de 41,4%. Em relação aos
jornais de Teresina percebe-se claramente o desprezo do leitor. A causa não é apenas a internet, mas também o preço do exemplar. Nas
repartições onde há assinaturas os funcionários fazem fila.


O humor de cada dia

Viajante para numa casinha do interior e pede para aguardar uma chuva
que estava se formando no nascente. Como ele era bastante narigudo,
logo as mocinhas da casa começaram a fazer gracinhas. Olhavam para o
céu e diziam:”a chuva pode não vir,mas o ventégrande”. Quando percebeu
que as moças estavam gozando de sua cara, o viajante resolveu também
ironizar as que tinham o nariz achatado. Quando elas repetiram que “a
chuva pode não vir mas o ventégrande”, ele respondeu: “e se essa
casinha não for bem segura o ventáchata”

Dê sua opinião: