5000onon

Lula e Bolsonaro: os preferidos nas redes sociais

Resultado de imagem para Lula e Bolsonaro 
 Foto: Reprodução

A sucessão presidencial ocupou espaços da grande mídia no último final de semana, como sempre em torno de Luís Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro. O primeiro ganhou destaque no portal brasil247 e o segundo foi massacrado na capa da Isto É.

No brasil247, sobre Lula: “Em entrevista ao Le Monde, publicada na versão on-line do jornal, o ex-presidente Lula diz estar pronto para assumir o poder e nega que o mercado tenha medo da sua candidatura; “Esta afirmação é hipócrita, porque eu já estive no comando do País”, pontuou; ele também defendeu o impulso à política de microfinanças e o apoio ao crédito para fortalecer o consumo doméstico como duas medidas que acredita ser necessárias para retomar o crescimento da economia; sobre a Lava Jato, ele afirmou que o “erro” da investigação foi “quebrar as empresas e atingir trabalhadores”

Na Isto é, sobre Bolsonaro: “O candidato que reverencia torturadores, chama os direitos humanos de “esterco da vagabundagem”, diz que só quem “fraqueja” gera filha mulher e que preferiria um filho morto a ser homossexual ostenta quase 20% nas pesquisas. Agora, finge ser liberal para encantar o mercado. Ele pode ser presidente. E o perigo é exatamente esse”.

A matéria do portal brasil247 não repercutiu no facebook. Já a publicação da Isto é gerou vários comentários, como estes de Eurípedes Aguiar: “a mesma imprensa que aplaudiu Lula por tantos anos se apavora com Bolsonasro. Eles já sabem que as pesquisas são falsas. Eles já sabem que Lula perde para Bolsonaro”. Diz mais o- Eurípedes: “A grande mídia perdeu a força. Abraçou a candidatura de Doria e ele despencou. Esculhamba o Bolsonaro e ele vai fungando no cangote do Lula nas pesquisas menos suspeitas”.

Lava Jato

As pessoas que torcem para que o ex-presidente Lula seja preso estão esperançosas de que a operação Lava Jato consiga “trancafiar” o ex-presidente, o quanto antes, pois o novo ministro da Justiça, Fernando Segovia, revelou que as investigações da Operação Lava Jato têm data para acabar; "Queremos concluir as investigações antes do início do processo eleitoral” – disse ele. Como a indicação do novo ministro foi chancelada por políticos investigados pela Lava Jato, como o ministro-chefe da Casa Civil Eliseu Padilha e pelo próprio Michel Temer, dificilmente o Lula será poupado. É assim que a mídia esquerdista avalia o problema.

Notícia ruim


O portal G1 deu destaque para o assassinato de uma criança em Teresina, informando, com base em declaração de uma tia da vítima que outra criança é autora do homicídio, praticado com uma faca. ‘O crime aconteceu por causa do roubo de um celular. Meu sobrinho foi morto por uma banalidade, sabe se lá por que. Ele era um menino calmo. Estamos transtornados e acima de tudo revoltados. É difícil acreditar que isso aconteceu, mas toda esta criminalidade é reflexo da violência’

Novamente a mandioca


É difícil acreditar, mas a notícia saiu na Folha de São Paulo. O PMDB vai ironizar a ex-presidente Dilma com aquela estória da mandioca. O assunto vai para a propaganda eleitoral. O vídeo, que a folha diz ter tido acesso, será veiculado em rede nacional, na terça-feira. A ideia nasceu do publicitário Elsinho Mouco. Já que ele é surdo, não deve ter ouvido ninguém. O presidente Temer estaria relutando contra o filme.

Antes dos fulanos

Escreveu o cartunista Albert Piauhy, no facebook: “Antes do PT se apropriar dela, a Festa da Beleza Negra era a mais bonita e divertida festa de Therezina. Era frequentadíssima por gente de todas as cores. Foi criada pelo músico e professor Fifi Bezerra e sua mulher de então, negra e linda baiana. As duas primeiras edições foram realizadas no quintal da minha casa, no bairro Piçarra. Depois migraria para a sede do Cepac, na praça Saraiva. Era um local maior e mais central. Tenho saudade da festa. Mas como eu disse, o PT se apropriou dela e ela perdeu a graça. Como tudo que o PT se apropria”.

Desigualdade


A diferença entre a pessoa que está em casa à noite, tentando dormir no final de semana para descansar do trabalho e o desocupado que coloca um "paredão" de som em alto volume, até duas horas da manhã, é muito grande. O primeiro é um cidadão que faz companhia aos membros da família. O segundo deixa os familiares em casa e sai para vagabundar. Em resumo: o primeiro sofre de DR (direito de repousar). O segundo sofre de NA (necessidade de aparecer). Os dois deveriam ser iguais perante a lei, mas no caso da poluição sonora as autoridades parecem
preferir o que descumpre a lei do silêncio.

Feminicídio

Mais um feminicídio no Estado do Piauí, desta vez no município de São Miguel do Tapuio. O crime aconteceu no último domingo (19) e é atribuído ao companheiro da vítima, Everton Ferrer, que se encontra foragido. Samara Silva Vieira Lima,de 22 anos, sofreu pedrada e golpe de foice na cabeça. Segundo noticiou o portal G1, da Globo, o casal tinha constantes desentendimentos e não consta que a jovem tivesse feito qualquer denúncia.

Corte de energia

Os bairros Mafuá, Primavera I e II, Poty Velho, Água Mineral, Santa Sofia, Mafrense, Residenciais São José, Ribeiro Magalhães, Vilas São Francisco, Apolônia, Parque Alvorada e Mocambinho estão na lista de cortes de energia da Eletrobras, a partir desta segunda-feira (20). São quase 9 mil famílias que deixaram de pagar suas contas. A empresa irá trabalhar com 50 equipes. Segundo dados do departamento de Faturamento e Recebíveis, a zona Norte representa 20% dos consumidores inadimplentes na Capital.

O humor de cada dia

Idoso sai do interior para uma cirurgia de próstata na cidade. É atendido pelo SUS, com absoluto sucesso. Recebe alta e é aconselhado pelo médico a fazer novos exames, antes de viajar. Já impaciente com tantos dias na cidade, volta o idoso ao mesmo médico. Estava tudo bem, mas ele recebeu a recomendação das dietas um tanto preocupado. Teria que passar quatro meses sem andar a cavalo ou de bicicleta, igual tempo sem andar a cavalo, além de não pegar peso e nem comer comidas salgadas ou gordurosas. Foi aí que o idoso indagou, com certa preocupação: “e o sexo, doutor”? O médico sorriu e disse que ele teria que passar também quatro meses sem manter relações sexuais. Foi aí que o idoso surpreendeu: doutor, o senhor pode assinar logo meu atestado de óbito, pois eu não agüento passar duas noites sem ver quatro chinelos debaixo de minha rede.

Dê sua opinião: