5000onon

Kátia Abreu faz discurso contundente no Senado

Quem sintonizou a Rádio Senado no início da Tarde de ontem (29) pode acompanhar o discurso de uma mulher valente, a senadora Kátia Abreu, recém-expulsa do PMDB. A sessão era presidida pelo senador maranhense João Alberto, que limitou o tempo da oradora em 10 minutos e não permitiu que o senador Paulo Paim fizesse um manifesto de solidariedade à colega.

Kátia Abreu chamou o presidente do PMDB, senador Romero Jucá, de "canalha", "crápula" e "ladrão de vidas e almas brasileiras". Durante a fala ela afirmou também que a cúpula do PMDB "não reúne condições
morais e virou o escárnio da nação". O tom mais forte da senadora foi quando ela fez as seguintes indagações:

"Por que me expulsaram? Porque tenho princípios? Porque tenho coerência? Porque não sou oportunista? Porque não faço parte de quadrilha? Porque não faço parte de conluio? Porque não estou presa?
Porque não uso tornozeleira? Porque não tenho apartamento cheio de dinheiro? Ou porque não apareceu nenhuma mala cheia de dinheiro da senadora Kátia Abreu?",

A senadora concluiu seu pronunciamento dizendo o seguinte sobre o comportamento do presidente da sessão:"Se fosse outra figura, teria havido muito mais condescendência nesta hora. Quantas horas ganhou aqui Aécio Neves para fazer uma defesa pífia a troco de nada? Quantos outros ganharam aqui um tempo exorbitante para fazer a sua defesa e receber a defesa dos colegas? E hoje eu estou impedida. Logo o senhor que é o Presidente da Comissão de Ética do PMDB?".

Mutirão da catarata

O deputado Hélio (PR) comunicou ao plenário na sessão de ontem (29) que estará no município de Parnaíba nesta quinta-feira (30), com o secretário de Saúde, Florentino, para o lançamento do mutirão de
catarata, que será realizado no Hospital Estadual Dirceu Arcoverde. De acordo com o parlamentar, o mutirão irá atender cerca de 350 a 400 pessoas. Será feita uma triagem, para que o oftalmologista que irá
receber os pacientes possa fazer um diagnóstico e saber quem realmente necessita ser operado.

Contratos temporários

O Governador Wellington Dias encaminhou à Assembleia Projeto de Lei que propõe que os contratos temporários celebrados pela Fundação Antares, em vigor no mês de abril de 2017, sejam prorrogados
emergencialmente pelo prazo de 360 dias. Segundo o projeto, a norma proposta é transitória e visa atender à situação emergencial e, atenção ao Princípio da continuidade dos serviços públicos. Tem ainda
como objetivo evitar que as atividades da rádio e televisão Educativa desenvolvidas pela Fundação Antares venham sofrer solução de continuidade.


Marden visita o Procon-Alepi

O deputado Marden Menezes (PSDB) visitou ontem (29) o Procon-Alepi (Programa de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa) e conheceu os novos projetos do órgão que serão implantados no início de 2018. O parlamentar foi um dos responsáveis pelo projeto de lei que criou o [órgão na Assembleia. Em 2018 serão implantados o Procon On-Line e Procon WhatsApp, o que vai facilitar o acesso do consumidor aos serviços do órgão.

Homenagem à TV Clube

O deputado Júlio Arcoverde (PP) requereu, na manhã de ontem (29), sessão solene em homenagem aos 45 anos de fundação da TV Rádio Clube. A sessão acontecerá no dia 6 de dezembro, pela manhã. Em sua justificativa disse o deputado: “Desde o pedido de concessão até entrar no ar, a TV Rádio Clube enfrentou uma longa jornada para que fosse autorizada, tendo à sua frente obstáculos políticos e a desconfiança de anunciantes locais.Superada as adversidades, a TV Clube é hoje referência em todo o Brasil, desempenhando sua função com credibilidade e imparcialidade, levando a todos os piauienses o melhor do entretenimento e da informação”,

W. Dias e a sucessão

O governador Wellington Dias derramou um balde de água fria na discussão sobre candidaturas e alianças, ao afirmar que o fechamento de chapa só ocorrerá em 2018. Ele se disse bem relacionado com todas
as lideranças e considerou legítimo que todos os partidos reivindiquem seus espaços. Ele chegou mesmo a dizer que hoje não está certa nem mesmo a sua candidatura. O governador está à vontade, porque os partidos mais influentes não têm nomes para cabeça de chapa, mas tão somente para vice-governador.

João Henrique no Maranhão


Publicou a jornalista Rosenira Alves, no facebook: “O Serviço Social da Indústria do Maranhão (SESI-MA) realizou, no último dia 28, na Casa da Indústria Albano Franco, a formatura 2017 de 182 alunos e alunas do Programa ViraVida, de São Luís e Rosário, com a presença do presidente do Conselho Nacional do SESI, João Henrique Almeida Sousa, na foto com o presidente da Fiema, Edilson Baldez. Na ocasião, foi assinado por ele e entregue ao presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA) e diretor regional do SESI, Edilson Baldez, o termo referente à realização do Programa ViraVida no ano de 2017, com aprovação da execução dos planos operativos, no valor total de R$ 1,6 milhão”.

Corte de energia

A Eletrobras exibiu na internet um batalhão de homens devidamente fardados e que vão atuar no corte de energia dos consumidores com mais de 45 dias de atraso no pagamento (não chega a dois meses) na zona sul. A operação começou no último dia 28. A zona sul representa 21% do débito ativo na capital. A empresa está bem equipada para atender aos que quiserem quitar o débito antes do corte. Um caminhão fica estacionado na praça. O corte da energia, neste período de alta temperatura, representa uma tortura ao usuário.

O humor de cada dia


Mulher flagra o marido com uma corda, querendo se enforcar, pela terceira vez seguida. Diante do fato ela foi com ele ao psicólogo, que fez uma séria de exames e recomendou que ela levasse o paciente para
um passeio, de modo que ele diminuísse a ansiedade. Após providenciar a viagem, já para o dia seguinte, a mulher chama os dois filhos e combina o horário da saída, 7 horas da manhã. Disse para eles que só ia chamar h marido na hora da partida, para que ele dormisse o suficiente, já que estava devidamente medicado.Faltando 10 minutos para a viagem, a mulher chega para o marido e diz, repetidamente:
Joaquim, acorda. Joaquim, acorda. Foi aí que o suicida se virou na cama e reagiu, meio zangado: Ô, mulher! Eu prometi ao psicólogo que não ia me suicidar, e você vem me perguntar pela corda! 

Dê sua opinião: