5000onon

Denúncia contra o governo e a Caixa não teve repercussão

 
  Foto: Divulgação

Curiosamente, os portais de Teresina não se interessaram em publicar uma grave denúncia do deputado Robert Rios contra o governador Wellington Dias, o senador Ciro Nogueira e a Caixa Econômica Federal, mesmo tendo o líder do governo, deputado João de Deus, rebatido parte do discurso do oposicionista. A exceção foi o portalaz, que deu destaque ao assunto.

O assunto levado à tribuna por Robert Rios não é novo. Trata-se de questionamentos à prestação de contas da primeira etapa de um empréstimo junto à Caixa, mas que trouxe uma novidade. O governo teria
anulado empenhos de pagamentos de obras financiadas por outra fonte, para que as mesmas constassem como construídas com recursos da primeira parcela de um empréstimo de R$ 600 milhões.

De acordo com o deputado Robert Rios, a Caixa Econômica estaria ajudando o governo a falsificar a prestação de contas, seguindo orientação do senador Ciro Nogueira, que indicou o presidente da Caixa
e com ele estivera no Piauí, recentemente, em reunião política com prefeitos municipais. Outro detalhe novo do discurso de Robert Rios é que a oposição entrou com ação junto à Justiça Federal, alegando que a
Caixa negou o acesso da oposição à prestação de contas do governo, alegando que o pedido não foi aprovado pelo plenário da Assembleia.

O líder do governo não rebateu a denúncia de que o governo teria forjado uma prestação de contas falsa, dando como construídas com recursos do empréstimo da Caixa obras que já tinham sido concluídas
antes, com recursos de outra fonte. Preferiu informar que o governador dará esclarecimentos no momento oportuno. O líder preferiu rebater outras partes do discurso de Robert, como a repetição de que o governo gasta R$ 1000 por dia com alimentação.

Louvor a batalha

O deputado Aluísio Martins apresentou requerimento de voto de louvor pela Batalha do Jenipapo, que é comemorada nesta terça-feira (13). São transcorridos 195 anos, e segundo o parlamentar petista, a Batalha foi de grande importância, porque contribuiu para consolidar a independência do Brasil. “Foi uma luta das mais violentas registradas em nosso país e que teve o objetivo de defender a nossa liberdade”,
declarou Aluísio Martins no espaço da sessão plenária destinado aos pequenos avisos.

Cidadania

A Assembleia Legislativa realizará sessão solene no próximo dia 20,para entrega do título de cidadão piauiense ao agropecuarista e explorador de jazidas Leôncio Gomide Soares, natural de Minas Gerais,
nascido na cidade de Mateus Leme. O deputado Antônio Félix (PSD) é o autor do Projeto de Decreto Legislativo aprovado pelo Poder. O homenageado estudou na Unidade Escolar de Itaúna – Minas Gerais. Em
seguida, exerceu por algum tempo a função de fiscal de Transporte Coletivo na Viação Barreiro S.A. Trabalhou no fundo de investimentos e vendas de veículos. Em setembro de 1971 chegou ao Piauí.

Meduna faz falta


Escreveu o jornalista Edmundo Moreira, no facebook: “Há algum tempo venho matutando sobre essa reforma no trânsito e acho que matei a charada: é de interesse do senador do helicóptero, que deve montar uma fábrica aqui. Se não vejamos: qual o transporte que consegue sair hoje do São Pedro e ir pra Vermelha, Macaúba, Monte Castelo, Lourival Parente...Pra trabalhar de carro só sendo domo de posto de
combustível. Pior: vai aumentar muito o número de acidentes. Tá passando de hora do Ministério Público intervir e mandar botar camisa de força nesse povo. Pena que o Meduna não exista mais...

Colombo no feito em casa

Está “bombando” no facebook, postado por Kal  Angelus, uma gravação da série Muito além do que se vê, em que aparece o saudoso violonista Colombo, tocando uma valsa em seu bandolim,  acompanhado por Josué Costa.  A apresentação foi no programa do professor Cinéas Santos, Feito em Casa. A postagem foi oportuna, pois não existe nada do Colombo no Youtuber. Os admiradores do artista são gratos ao Kal Angelus por ele ter proporcionado essa lembrança.

Publicou o portal brasil247:

"Caso seja efetivada, a prisão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva será o ponto alto da ruptura do pacto democrático no Brasil iniciada com o golpe de Estado de 2016. Trata-se de um processo
constante e dirigido de esvaziamento da democracia e das liberdades mais elementares", afirma a pré-candidata à presidência Manuela D´Ávila, em artigo exclusivo para o 247; "A ofensiva contra a
democracia e as liberdades pode ser derrotada se seguirmos o exemplo imperecível de líderes como Leonel Brizola na luta pela legalidade.

Vamos, como ele, levar a cabo a resistência — pacífica e firme —, em defesa da liberdade, da democracia, do Estado de direito, da população pobre e da realização de eleições livres em 2018", defende

Assumindo o crime

A STRANS está colocando sua logomarca nas vidraças das novas estações de passageiros, que ainda estão em acabamento. Como se diz popularmente, assumiu o “crime”. Pelo menos a identificação vai evitar que alguém de fora pergunte: “quem construiu isso”? O teresinense jamais imaginou que um dia fosse esperar um ônibus com tanto conforto. Ar refrigerado e vista para todos os lados. O passageiro só não pode é sentir uma dor de barriga, pois as luxuosas estações não possuem sanitários.

Mulher valente

A cúpula do PT decidiu intensificar a campanha para cobrar a reação dos militantes nas ruas contra a prisão do ex-presidente Lula,pois já admite que ele pode ser preso antes da Páscoa, em 1.º de abril. Ao
abrir na tarde da última segunda-feira um seminário sobre segurança pública, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), disse que o partido vai com Lula “até as últimas consequências” e não aceitará
de braços cruzados a prisão. “Se eles querem trucar, saber se nós vamos pagar, nós vamos pagar para ver”, afirmou.

O humor de cada dia

Nesta terça-feira (13) comemora-se mais um aniversário da Batalha do Jenipapo. Sobre essa batalha há uma estória cômica de que um morador da cidade ainda guarda em casa vários litros de licor de Jenipapo da era da batalha. Seu bisavô teria encontrado várias caixas de licor abandonadas por Fidié, quando o mesmo empreendia fuga para o Estado do Maranhão. Como toda bebida envelhecida é mais cobiçada, o descendente do morador que teria recolhido as caixas de licor estaria enganando os clientes.

Dê sua opinião: