5000onon

Defensores de Lula pregam manifestação ordeira

A esquerda brasileira vê o dia 24 de janeiro como o dia do acontecimento mais importante do país, quando o TRF estará julgando o ex-presidente Lula. Nada tem merecido tanto destaque nos veículos de comunicação simpatizantes do PT. O autor do texto abaixo, publicado pelo portal brasil247, no último dia 24, aposta na ocupação das ruas de Porto Alegre, como se isso fosse influir na decisão da Justiça.

"Tiram do povo os seus direitos e querem tirar também o direito de lutar pelos seus direitos. Tiram a democracia do País e querem impedir que o povo lute pela democracia. Mas o povo chegará a Porto Alegre,alegre, combativo, organizado, em ordem, pronto para ocupar as ruas e as praças que são do povo, como o céu é do condor, segundo Castro Alves. O povo não faltará ao compromisso de 24 de janeiro, com o Lula, com a democracia, com a Porto Alegre indômita", diz o colunista Emir Sader.

Emir Sader não quis antecipar o que poderá acontecer, caso o ex-presidente Lula venha a ser condenado. Ele é bem mais cauteloso que o líder agitador do MST, João Pedro Stedile, que já fez ameaças de incêndio no país. O articulista do 247 acredita em manifestação ordeira. Talvez seja o fato de Lula estar pleiteando a volta ao Planalto que esteja levando os intelectuais de esquerda a evitarem chamamentos à violência, o que só prejudicaria o candidato.

Enganar a si mesmo?

O saudoso deputado Waldemar Macedo costumava dizer que admitia o sujeito enganar os outros, menos a si mesmo. Se fosse vivo ele diria isso com o governador Wellington Dias, que está apostando em entendimento com sua base aliada, com vistas à sua reeleição. O que ele tem para oferecer é a vice-governadoria e as duas vagas de senador. A primeira já tem dono, o PP, enquanto que, para as outras, existem ao menos três pretendentes, sem contar com a senadora Regina Souza, do PT.

Internauta vê crise no STF

Escreveu Eurípedes Aguiar, no facebook: “Não é difícil entender porque o STF está em crise constante. Dos 11 ministros, 8 foram indicados pela esquerda: Lula (3), Dilma (4) e FHC (1). E os outros 3? Adivinhem. Por Sarney, Collor e Temer. Não pode dar certo. E não pode mudar tão cedo. Só se for com intervenção militar”. Uma coisa é certa: a população acompanha com bastante interesse os fatos que envolvem os ministros do Supremo e a classe política. As redes sociais dão asas aos pensamentos.

Cardápio de Natal no CDP

A grande mídia nacional deu destaque a Paulo Maluf, ao noticiar o cardápio especial de Natal do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Brasília. Publicou o site da Veja, no dia 24: “Os detentos do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Brasília, onde está detido o deputado federal Paulo Maluf, terão cardápio especial para o Natal. Na ceia, será servido arroz com passas, tutu de feijão, carne assada, batata e suco de frutas. No almoço do dia 25, haverá arroz colorido, feijão em caldo, frango assado, purê de cenouras e suco de frutas. As informações são da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe), responsável pela administração do local”.

A inflação de Temer

Em seu pronunciamento em cadeia de rádio e TV, no último dia 24, o presidente Temer voltou a citar a queda da inflação como ponto positivo do seu governo, mas o que acontece é exatamente o contrário. Os preços dos produtos de primeira necessidade deixaram de subir porque a crise afetou os pequenos comerciantes. Como conseqüência, os médios comerciantes também passaram a oferecer seus produtos a preços módicos, pois o povo só ganha para comprar gêneros de primeira necessidade.

Atitude suspeita

Não se justifica uma ação da polícia com ordem de prisão contra alguém que esteja trafegando no trânsito, em plena madrugada, apenas com “atitude suspeita”. Pior ainda é a polícia atirar no veículo, por não ter o condutor obedecido à ordem de prisão. O fato ocorrido na Avenida João XXIII, na madrugada desta terça-feira, em que uma criança foi morta e outros passageiros ficaram feridos não tem explicação. Pior foi uma Tenente coronel não saber informar se houve troca de tiros. Os policiais não foram ouvidos pela superior?

 Grandes festas

 Quando se fala em “grandes festas” admite-se logo que se trata de eventos freqüentados pela alta sociedade. Dessa forma, a polícia terá dificuldades para fazer operações em tais eventos, já a partir de janeiro do próximo ano. O coordenador da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes, delegado Menandro Pedro, declarou que em 2018 as operações irão focar, principalmente, as grandes festas como, por exemplo, shows e raves no Piauí. De qualquer forma, o anúncio serve para que os promotores de tais eventos adotem algum tipo de seleção dos freqüentadores, evitando o porte de arma.

 Papai Noel às avessas

 Sob o título acima escreveu no facebook o jornalista Cláudio Barros: “Aí, lendo o Diário Oficial do Estado, descubro que o Papai Noel burocrático-estatal vai destinar R$ 72 milhões do Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop) para aquisição de combustíveis e manutenção de viaturas da Polícia Militar; manutenção de penitenciárias e de viaturas da Secretaria de Justiça. Esse valor é OITO VEZES MAIOR que o destinado a um projeto realmente de futuro, a oferta de curso profissionalizante em energias renováveis nas escolas estaduais de 20 cidades do semiárido piauiense, onde se aplicarão cerca de R$ 9 milhões.

 O humor de cada dia

Desembargador liga para o delegado da família, denunciando uma cafetina que o teria enganado, mandando para o seu quarto de hotel uma mulher dorminhoca, quando o pedido foi para que ela mandasse uma mulher boa de cama, mas que o acordasse na hora de sair para pegar o avião. Na queixa, ele cobrava da cafetina o valor da passagem, já que perdera o vôo. O delegado tirou logo a esperança do desembargador, alegando que era natural que a companheira de quarto dormisse até tarde, uma vez que fora contratada como boa de cama. “Assim, era natural que ela dormisse até tarde” – disse o delegado, desenganando o desembargador.

Dê sua opinião: