5000onon

Álvaro Dias supera os colegas no radicalismo

No último debate da TV Record apenas os candidatos Álvaro Dias e Cabo Daciolo não agrediram Jair Bolsonaro pelas costas (ele deixou de comparecer por recomendação médica). Já no debate da TV Globo, na noite de quinta-feira (04), Álvaro Dias não bateu no concorrente do PSL, mas fez pior que os outros. Bateu no presidiário Lula, dizendo que ele é de fato o candidato do PT. Chegou a pedir a Fernando Haddad que levasse um bilhete Para seu apoiador preso em Curitiba.

Nas redes sociais uma pessoa disse que estava na TV Globo, em frente ao púlpito, onde percebeu que Álvaro Dias não estava sóbrio. A informação tem sentido, pois o mediador do debate, William Bonner, pediu várias vezes que ele não saísse do espaço marcado no piso, para não prejudicar a captura das imagens. Álvaro Dias mostrou um radicalismo fora do comum, chegando mesmo a superar o candidato Boulos.

Da mesma forma que foi poupado no debate da Record, o presidente Temer escapou de críticas da maioria dos participantes do debate na Globo.
Apenas Haddad, Boulos e Ciro Gomes se posicionaram sobre o grande absurdo do atual governo, que foi o congelamento de investimentos em setores importantes, por 20 anos. O candidato Ciro foi o que mais atacou Bolsonaro, afirmando que ele não foi ao debate na globo mas deu
entrevista à Rercoord, no mesmo horário. marchará unida no segundo turno, com o PSB juntando-se à coligação PT,PC do B, PDT e PSOL”.

Aliança antecipada

Publicou o portal brasil247: “O debate entre candidatos a presidente na Globo dificilmente terá o condão de alterar a preferência dos eleitores na reta final da campanha; mas ele foi palco de um notável fato político: ao longo do debate foi selada, publicamente, a aliança entre Haddad, Ciro e Boulos para o segundo turno; a esquerda

Bandidos estruturados

Enquanto o tema segurança é discutido na propaganda eleitoral e nos debates, os bandidos mostram sua superioridade ao aparelho policial em diversas cidades do Piauí. O cofre da agência do Banco do Brasil do município de Simplício Mendes, a 416 km de Teresina, foi destruído durante um assalto na madrugada de sexta-feira (05). Cerca de oito criminosos invadiram a cidade, fizeram clientes de um bar reféns e foram ao banco roubar o dinheiro. Para mostrar que estão estruturados, os bandidos usaram três carros possantes na fuga.

Tragédia na BR 316

Imagens comoventes de um acidente em que três pessoas, avô, mãe e neta morreram carbonizadas. O fato aconteceu na BR-316, quando as vítimas retornavam para a cidade de Floriano. As vítimas foram identificadas como José Araújo [servidor público aposentado], Izabela Araújo [fisioterapeuta] e a pequena Alice, que completaria três anos de idade em novembro. O acidente ocorreu por volta de 19h, nas proximidades de Lagoa do Piauí, no interior do estado. Um sobrinho de José Araújo, Gilson Lopes de Araújo, informou que a família estava em Teresina para
consultas médicas.

Ódio e nojo à ditadura

Escreveu o jornalista Cláudio Barros, no facebook: “Hoje completam-se 30 anos da Constituição Federal de 1988. Não é perfeita, não nos salva do horror da miséria e da doença social da violência, mas é o cimento da democracia, aquele regime descrito por Churchill como o pior de
todos, excluídos os demais. Neste dia, lembremos um campeão da democracia no Brasil, Ulysses Guimarães, que, ao promulgar a Carta Constitucional, foi duro contra aventuras autoritárias: "Temos ódio à ditadura. Ódio e nojo". O velho Ulysses também disse naquele discurso:
"Amaldiçoamos a tirania aonde quer que ela desgrace homens e nações.
Principalmente na América Latina". E por fim nos ensinou que "a sociedade foi Rubens Paiva, não os facínoras que o mataram".

Contra a baixaria na eleição

Escreveu Adelmar Marques Marinho, no facebook: “O período eleitoral no Brasil é uma verdadeira vergonha, porque os candidatos no programa eleitoral apenas se preocupam em xingar e difamar os outros candidatos, ao invés de apontarem as metas salvadoras da nação. Isso é uma vergonha! Ao povo brasileiro apenas interessa ouvir dos candidatos o que poderão fazer pelo seu país. Abaixo os xingamentos e baixarias políticas”.

Adeus reflexão

Houve uma época em que o espaço entre o fim da propaganda eleitoral e o dia da eleição servia para reflexão do eleitor. Hoje é diferente. As redes sociais prosseguem livremente e os próprios candidatos intensificam suas mensagens. Somando-se a isso, a Justiça Eleitoral decidiu que o eleitor poderá entrar na sessão eleitoral vestindo camiseta com propaganda de seu candidato. Isso me faz repetir uma velha ironia, que é sugerir que pessoas pobres e desempregadas saiam vendendo “batom pra boca de urna”.

O humor de cada dia

Idoso vem do interior para tratamento médico em Teresina e no dia bem que teve alta pegou um táxi para junto com uma sobrinha que foi buscá-lo no Hospital Getúlio Vargas. Como o transporte estava com defeito nos pisca-pisca, todas as vezes que ia fazer uma curva o motorista colocava o braço do lado de fora. Vendo aquilo e de certa forma preocupado, o idoso se dirigiu a ele com estas palavras: o senhor pode dirigir seu carro com as duas mãos, pois quando estiver chovendo eu lhe aviso.

Dê sua opinião: