5000onon

Acusações e desmentidos se repetem na Assembleia

Resultado de imagem para wellington dias 
 Governo Wellington Dias (Foto: Reprodução)

As denúncias contra o governo Wellington Dias na Assembleia já se tornaram repetitivas, o mesmo acontecendo com a defesa, feita pela base governista. Pela oposição quem mais ataca são os deputados Robert Rios (PDT) e Gustavo Neiva (PSB). Pelo lado do governo são vários os defensores, entre eles o líder João de Deus (PT), Dr. Hélio (PR) e Evaldo Gomes (PTC).

As denúncias mais freqüentes são de que o governo deposita recursos de empréstimos na conta única, não paga em dia os servidores terceirizados, gasta abusivamente com alimentação (R$ mil por dia, só
com carne e peixe), atrasa o pagamento do transporte escolar, gasta uma fortuna com passagens aéreas e aluguel de aeronaves, entre outros esbanjamentos.

Na sessão da última segunda-feira as denúncias foram repetidas em discursos do deputado Robert Rios e apartes de Gustavo Neiva e Marden Menezes. A resposta foi dada pelo líder João de Deus, que acusou a oposição de tentar criar fatos para gerar manchetes nos jornais para usar na campanha.

Sobre afirmação do deputado Marden Menezes, de que o desemprego no Piauí aumenta, enquanto no Brasil fez foi diminuir, João de Deus disse que o Piauí foi o primeiro estado do nordeste em número de empregos com carteira assinada e que foi o quinto estado em geração de emprego no país. Isso é fato” – disse ele.

Sobre a greve dos professores, o líder do governo explicou que o Sinte (Sindicato dos Trabalhadores em Educação) apresentou uma pauta que é legítima e o governador recebeu representantes da categoria para negociar. “É bom lembrar que o Piauí paga o piso nacional aos professores. O governador consultou a Procuradoria Geral do Estado e propôs a concessão de um reajuste de 3,40% como auxílio-alimentação, que depois se transformaria em reajuste salarial, a partir de maio, para ativos e inativos. Pelo lado do governo surgem mais novidades, como do reajusta em forma salarial em forma de auxílio-alimentação.

Reforma em mercado

Sobre a matéria desta coluna sugerindo que o prefeito Firmino Filho e o governador Wellington Dias visitem o marcado do Parque Piauí, o vereador Edson Melo comentou no facebook: “Mercado do Parque Piauí
precisa mesmo é de uma reforma geral! Prefeito tem conhecimento e concluindo a reforma do Mercado da Piçarra vai passar para a do Mercado do Parque Piauí! Ele conhece os problemas e o Superintendente da SDU/SUL também, aliás ele mora no Parque Piauí”.  É bom lembrar que o mercado do Parque foi construído pelo prefeito Wall Ferraz, para servir a toda a zona sul de Teresina

Festival de Forró

Músicos do Piauí, Maranhão, Ceará e Pernambuco estarão reunidos nos dias 27, 28 de fevereiro 01 de março, no primeiro Festival de Forró Pé de Serra do Piauí – Sanfonia. O festival terá duas classificatórias,
com 12 participantes cada, onde cada dia serão escolhidas seis músicas que disputarão a final. Os prêmios para os três primeiros colocados são: R$ 4 mil, R$ 3 mil 3 R$ 2 mil. O melhor intérprete, melhor
sanfoneiro, melhor zabumbeiro e melhor triangulista também serão premiados no evento. No encerramento haverá apresentação do sanfoneiro Adelson Viana, de Fortaleza. Ele já morou um bom tempo em Teresina.

Reforma em mercado

Sobre a matéria desta coluna sugerindo que o prefeito Firmino Filho e o governador Wellington Dias visitem o marcado do Parque Piauí, o vereador Edson Melo comentou no facebook: “Mercado do Parque Piauí
precisa mesmo é de uma reforma geral! Prefeito tem conhecimento e concluindo a reforma do Mercado da Piçarra vai passar para a do Mercado do Parque Piauí! Ele conhece os problemas e o Superintendente
da SDU/SUL também, aliás ele mora no Parque Piauí”.  É bom lembrar que o mercado do Parque foi construído pelo prefeito Wall Ferraz, para servir a toda a zona sul de Teresina

Festival de Forró

Músicos do Piauí, Maranhão, Ceará e Pernambuco estarão reunidos nos dias 27, 28 de fevereiro 01 de março, no primeiro Festival de Forró Pé de Serra do Piauí – Sanfonia. O festival terá duas classificatórias,
com 12 participantes cada, onde cada dia serão escolhidas seis músicas que disputarão a final. Os prêmios para os três primeiros colocados são: R$ 4 mil, R$ 3 mil 3 R$ 2 mil. O melhor intérprete, melhor
sanfoneiro, melhor zabumbeiro e melhor triangulista também serão premiados no evento. No encerramento haverá apresentação do sanfoneiro Adelson Viana, de Fortaleza. Ele já morou um bom tempo em Teresina.

IBGE é desmentido

Os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), que apontam um aumento do número de desempregados no Piauí são contestados pelo diretor do SINE-PI, Nalianio Neiva, que
afirma ser o Caged o único órgão responsável que “tem credibilidade” para responder pelas taxas de empregos no Brasil. O Caged aponta que aumentou em 1,88% a quantidade de empregos formais, do período de outubro de 2016 a outubro de 2017, contestando assim as informações de aumento de desemprego apontados pelo IBGE. Foi baseado em números do IBGE que o deputado Marden Menezes criticou o governo Wellington Dias.

Vereadores de Timon

Publicou o jornalista Nilson Sá, no facebook: “Me lembro bem que em seu primeiro mandato de prefeito Chico Leitoa só tinha o apoio de três vereadores e fez a sua melhor administração. Porque Luciano, agora com apoio de nove, não pode administrar da mesma maneira? Mão Santa foi governador do Piauí e só tinha o apoio de 8 deputados estaduais e fez uma excelente administração. Wellington, no seu primeiro governo, só tinha o apoio de 12 deputados e por ai vai. Prefeitos e governadores apresentando propostas serias, jamais a oposição terá condição moral de votar contra. O povo está de olho neles”.

Disciplina sobre Golpe

O leitor não é obrigado acreditar, mas é bom que leia o texto a seguir, publicado no portal brasil247: “A disciplina sobre o Golpe de 2016, idealizada pelo professor Luis Felipe Miguel na UnB está se
espalhando pelas universidades federais brasileiras; depois da reação da Unicamp à tentativa de censura do governo de Michel Temer, as universidades federais da Bahia (UFBA) e do Amazonas (UFAM) também ofertarão disciplinas sobre aliança entre Michel Temer, Aécio Neves e Eduardo Cunha que solapou a democracia brasileira; na UFBA, a matéria está aberta também ao público em geral, que poderá cursá-la como ouvinte; já na UFAM, a disciplina será oferecida pelo departamento de História, sob o tópico "O golpe de 2016: autoritarismo, perda de direitos e reação conservadora".

Hino distorcido

Nenhum órgão estadual divulga tão bem o Hino do Piauí como a Assembleia Legislativa. Todas as vezes que há uma entrega de título de cidadão a TV Assembleia exibe um vídeo, mas, infelizmente, esse vídeo
é uma agressão à obra de Da Costa e Silva e Firmina Sobreira, pois o intérprete distorce a melodia, logo no início, embora o coro a repita corretamente. Mas o ouvinte não sabe qual é o certo, se o solo ou o
coro. O presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho, prestaria um grande serviço se substituísse o vídeo por outro entre tantos que foram gravados corretamente.

O humor de cada dia

Um homem, na companhia de um cachorro, pede dinheiro na rua e carrega uma placa onde está escrita e seguinte frase: "Dê esmola ao pobre ceguinho, pelo amor de Deus."
Um ladrão vê o mendigo e fica observando-o durante um bom tempo. Quando percebe que a caixinha do homem já está cheia de dinheiro, decide roubá-la. Sem medo de ser notado pelo cego, o malandro vai em direção a ele e, no momento em que vai pôr as mãos na grana, é surpreendido pelo sujeito, que começa a lhe dar uma tremenda surra.
O ladrão, então, grita indignado:
— Mas você não é cego?
— Não, cego é o cachorro!

Dê sua opinião: