terça-feira , 22 agosto 2017 - 06:20
Home / Feitosa / Eleição para a presidência da Câmara de Brejo poderá ser anulada com base em irregularidades

Eleição para a presidência da Câmara de Brejo poderá ser anulada com base em irregularidades

A eleição para a presidência da Câmara Municipal de Brejo (MA), na Região do Baixo Parnaíba, poderá se transformar um grande imbróglio jurídico podendo até ser anulada porque não obedeceu à proporcionalidade e, consequentemente, não tinha dois terços dos vereadores presentes. Segundo fonte com bastante conhecimento jurídico, em regra não foi obedecido o princípio da proporcionalidade. Quer dizer, são 13 e cinco parlamentares se retiraram por que suspeitaram que três colegas aceitaram vantagens  para mudar de lado na votação.

Diante disso, advogados estão levantando elementos convincentes para dar base ao pedido junto a Justiça de anulação da eleição que definiu o presidente daquela Casa Legislativa para o biênio 2016/2017.

Sem dúvida, essa situação vai deixar a base governista do prefeito José Farias de Castro, o Zé Farias (PMDB) em polvorosa causando instabilidade política e desconfiança no âmbito do Poder Legislativo Municipal.

Licitações sob suspeita 

No tocante a gestão do prefeito Zé Farias, conforme ainda relatos de fontes ao Blog Ademar Sousa, informações extraoficiais dão conta de que supostas licitações estão sendo feitas por pregão eletrônico às escondidas para beneficiar empresas “frias”. Neste caso, seria interessante que os vereadores de oposição fizessem diligências no sentido de obterem informações concretas e depois levem ao conhecimento do Ministério Público do Estado – MPE, a fim de que investigações possam apurar as suspeitas.

Fonte: Blog do Ademar Sousa

Veja também

Ciro nega ter dado prazo para PT parar de atacá-lo

O senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP ( Partido Progressista ) disse, hoje, depois …